Prefeitura prorroga suspensão das aulas da rede municipal até 15 de abril

Secretaria Municipal de Educação seguirá em regime de home-office e também não haverá expediente nas unidades escolares
quinta-feira, 26 de março de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Prefeitura prorroga suspensão das aulas da rede municipal até 15 de abril

 

A Prefeitura de Nova Friburgo publicou nesta quinta-feira, 26, no Diário Oficial eletrônico, o decreto 519, de 24 de março, que mantém suspensas as aulas da rede pública municipal de ensino do dia 30 de março até o dia 15 de abril. A Secretaria Estadual de Educação já havia anunciado decisão semelhante. A tendência é que as escolas particulares façam o mesmo.

Ainda de acordo com o decreto publicado nesta quinta-feira pela Prefeitura de Nova Friburgo, a sede da Secretaria Municipal de Educação continuará em trabalho remoto, no regime de home-office. Além disso, durante o período de suspensão das aulas também não haverá expediente nas unidades escolares da rede pública municipal de ensino.

Para tomar a decisão, a Prefeitura de Nova Friburgo se baseou em recente manifestação do Conselho Nacional de Educação (CNE), além dos decretos federal, estadual e municipal que já estão em vigor, no que se refere às ações de prevenção ao contágio e disseminação do novo coronavírus (Covid-19).

Proposta do estado

Sem atividades presenciais nas escolas, a secretaria Estadual de Educação (Seeduc) informou que vai disponibilizar, já a partir da próxima segunda-feira, 30, aulas no formato online, graças a convênio firmado com o Google, na plataforma Google Classrom.

Os professores da rede pública estadual, nos seus horários de trabalho, ministrarão as atividades na plataforma online, respeitando o quadro de horários das suas aulas presenciais. As gratificações por Lotação Temporária (GLPs) dos docentes serão mantidas. De acordo com a Seeduc, os alunos que não tiverem acesso à internet receberão o material impresso em suas casas e, após o retorno das atividades presenciais, caso tenham necessidade, terão aulas de reforço. O método de avaliação e provas bimestrais dependerá do período de interrupção das atividades presenciais.

Para as escolas particulares que não tiverem sua própria plataforma, a Secretaria de Educação buscará viabilizar esse serviço junto ao Google. A Seeduc fornecerá ainda o conteúdo didático para os colégios privados, caso isso seja necessário.

 

LEIA MAIS

Oração para pedir força para o enfrentamento da pandemia começará às 12h30

São R$ 15,9 bilhões dos cofres da União para servir de garantia a empréstimos

Confirmação foi feita em live na última segunda-feira. Previsão de entrega dos kits é em junho

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra