Posto de saúde do Cordoeira: confira as obras de remodelação em vídeo

Intervenção estava paralisada desde julho de 2019 e, após denúncia de A VOZ DA SERRA a obra foi retomada
sábado, 20 de junho de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)

Em 5 de março deste ano, pouco antes das medidas de isolamento social impostas por conta pandemia do coronavírus,  A VOZ DA SERRA denunciou a situação de abandono da Unidade Básica de Saúde (UBS) Ariosto Bento de Mello, no bairro Cordoeira. Na ocasião, as obras já estavam paralisadas há cerca de oito meses (desde julho do ano passado) e o canteiro de obras aberto, podendo ser acessado por qualquer pessoa. E o pior, dentro do imóvel, que já estava sem o telhado – que havia sido retirado para a reforma -, diversos equipamentos, materiais e insumos estavam largados, se deteriorando com o tempo.

Pouco mais de três meses depois da denúncia, voltamos ao posto de saúde do Cordoeira e encontramos uma situação bem diferente. Mesmo em meio a pandemia a obra foi retomada, avançou e está prestes a ser inaugurada pela prefeitura. Fomos recebidos na unidade de saúde nesta sexta-feira, 19, pela subsecretária de Atenção Básica do município (órgão vinculado a Secretaria Municipal de Saúde), Ariádina Heringer, que falou sobre a nova estrutura do posto a partir do momento que estiver funcionando novamente.

“Desejamos voltar com os serviços que já eram oferecidos antes, como atendimento de clínica médica, ginecologia e obstetrícia, fisioterapia, fonoaudiologia, odontologia, pediatria, além dos outros serviços de enfermagem, como sala de curativos, coleta de exames laboratoriais, administração de medicamentos, sala de vacinação. Além disso, pretendemos também ampliar essa oferta, para que possamos oferecer um serviço adequado à população”, explicou Ariádina Heringer.

Quanto às mudanças estruturais na unidade, ela conta que, além da troca do telhado, a unidade também foi ampliada: “Uma das principais necessidades era a troca do telhado. Mas também havia a necessidade de uma ampliação. Ampliamos o setor de saúde bucal e criamos uma parte com entrada independente para escovação. A unidade também foi toda pintada, houve ampliação dos consultórios médicos, além da criação de uma área independente com copa e banheiro exclusivos para os funcionários”, afirmou a subsecretária de Atenção Básica.

No entanto, apesar da obra praticamente pronta, a reinauguração da UBS Cordoeira terá que aguardar mais um pouco: “Infelizmente ainda não temos uma data definida para a reinauguração do posto. Após a avaliação final da obra, percebemos que havia a necessidade de fazer pequenas adequações que não estavam previstas. Mas para garantir o conforto e segurança para os profissionais e pacientes vamos fazer essas pequenas melhorias que não deverão demorar muito. Assim que tivermos uma data anunciaremos”, finalizou Ariádina.

Relembre o caso

Dois dias após a denúncia de A VOZ DA SERRA, a Comissão de Saúde da Câmara de Vereadores, através do presidente Wellington Moreira, anunciou que entraria com um requerimento de informações sobre a situação do posto. Já o Conselho Municipal de Saúde revelou que já tinha conhecimento do estado de abandono do canteiros de obras da unidade e que um relatório de fiscalização já havia sido encaminhado aos ministérios públicos Estadual e Federal.

No dia 11 de março, menos de uma semana após a denúncia, a Prefeitura de Nova Friburgo promoveu um mutirão para retirada de todos os equipamentos, materiais e insumos que haviam sido deixados no interior da UBS. Na ocasião, o secretário municipal de Saúde e vice-prefeito, Marcelo Braune, anunciou que as obras seriam retomadas ainda naquela semana, o que ocorreu, de fato, dois dias depois, em 13 de março.

A intervenção, orçada em R$ 266 mil, e que contava com verbas do Fundo Nacional de Saúde e da Prefeitura de Nova Friburgo, havia sido iniciada em março de 2019 pela empresa WW Casemirense Incorporações, e deveria ter sido concluída em novembro do mesmo ano. Mas como as obras ficaram paralisadas de julho de 2019 à março deste ano, o cronograma atrasou. Ao que tudo indica, a UBS Cordoeira será, enfim, reinaugurada ainda neste mês, no máximo em julho, segundo a prefeitura.  

 

LEIA MAIS

Bebedores rotineiros subiram de 23,9% para 26,4%; consumidores de tabaco ou derivados caíram de 14,9% para 12,8%

Novo decreto municipal estende o horário de funcionamento até meia-noite e libera pipoca e entrada de menores

Campanha nacional de imunização foi prorrogada em todo o Estado do Rio

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obra | saúde