Nova lei garante atendimento de fisioterapia nas UPAs do Estado

A lei já em vigor prevê que toda UPA possua pelo menos um fisioterapeuta nos plantões
sexta-feira, 18 de setembro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

Uma nova lei que entrou em vigor esta semana garante que as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de todo o Estado do Rio deverão oferecer atendimento de fisioterapia. Para isso terão que ser criadas as Unidades de Pronta Resposta de Urgência em Fisioterapia (UPRUF) dentro das UPAs já existentes. A novidade que trará um enorme benefícios aos pacientes que necessitam deste tipo de procedimento é resultado da lei estadual 9.006/20, aprovada pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) e já sancionada pelo governador em exercício, Cláudio Castro. A lei foi publicada no Diário Oficial do Estado do Rio de Janeiro de quarta-feira, 16.

A medida determina que as UPAs deverão ter em seus plantões pelo menos um fisioterapeuta 24 horas por dia. O atendimento será destinado aos pacientes com quadro agudo de dor ou afecções cardiorrespiratórias solucionáveis por meio de fisioterapia manual e métodos e técnicas com uso de instrumental fisioterapêutico - como alergias, bronquites, crises asmáticas e quaisquer outras condições que necessitem do uso de respiradores. Na UPA de Nova Friburgo o serviço ainda não está sendo oferecido, segundo contato feito ontem por A VOZ DA SERRA, por telefone, com a unidade do distrito de Conselheiro Paulino.      

“A ideia do projeto é disponibilizar esse atendimento na mesma estrutura das UPAs, sem precisar de uma estrutura física própria. Essa medida poderá trazer uma eventual redução de casos graves, de internações hospitalares e até mesmo dos custos de atendimento”, justificou o autor original da norma, o deputado estadual e presidente da Alerj, André Ceciliano (PT).

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: