Mais de 2 mil novos empregos foram gerados este ano em Friburgo

Levantamento da Firjan mostra que a indústria local acumula saldo positivo de 1.248 novos postos de trabalho neste período
sexta-feira, 08 de outubro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Mais de 2 mil novos empregos foram gerados este ano em Friburgo

A partir de uma análise agregada de todos os setores econômicos (indústria, comércio, serviços e agropecuária) divulgada na última semana pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) constatou-se que Nova Friburgo acumula 2.076 novos postos de trabalho formais de janeiro até agosto deste ano. Desde o início do ano, inclusive, Nova Friburgo vem registrando sucessivos resultados positivos. A análise feita pela Firjan, a partir da plataforma Retratos Regionais, mostra ainda que a indústria local, especificamente, tem saldo positivo de 1.248 empregos neste mesmo período, ou seja, mais de 60% de todas as contratações. O segmento que impulsionou este resultado foi a confecção de artigos do vestuário e acessórios (+ 916 vagas).

Segundo a presidente da representação regional da Firjan no Centro-Norte fluminense, Márcia Carestiato Sancho, os setores de serviços e o comércio vêm dando sinais de retomada conforme a vacinação contra a Covid-19 avança em Nova Friburgo. “A indústria continua puxando a criação de empregos, mas os outros segmentos também dão bons sinais de recuperação com a abertura de novas vagas. É um sinal da retomada econômica mesmo que lenta, mas demonstra a confiança dos empresários e a expectativa por dias melhores”, reforçou a empresária.

Números estaduais

A análise feita pela Firjan, também a partir da plataforma Retratos Regionais, aponta que o estado do Rio de Janeiro já recuperou 90% dos postos de trabalho perdidos nos primeiros meses de pandemia. Entre março e julho do ano passado, foram fechadas 191.150 vagas de emprego com carteira assinada e de agosto de 2020 a agosto de 2021 foram abertas 171.699 vagas. Neste ano, o saldo é de 104.256 postos de trabalho.

“Estamos vendo o emprego formal no estado do Rio se recuperar de forma consistente e as contratações acelerarem nos últimos meses. A expectativa da Firjan é que, na próxima divulgação da pesquisa, a perda de vagas com carteira assinada durante a pandemia seja zerada. E não é algo pontual, neste ano foram criadas vagas em todos grandes setores e na grande maioria dos municípios fluminenses”, avalia o vice-presidente da Firjan, Luiz Césio Caetano.

Conforme os últimos dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério da Economia, em agosto o saldo de empregos do estado do Rio foi de 22.960 novos postos de trabalho. Esse desempenho marca o sétimo resultado positivo consecutivo do mercado de trabalho fluminense e é consideravelmente superior ao saldo de 5.428 vagas registrado em agosto de 2020, início da retomada. O resultado é ainda o segundo melhor da série histórica do Novo Caged, iniciada em janeiro de 2020 - sendo superado somente pelo de novembro de 2020 (32.800 contratações).

Setorialmente, no mês de agosto, o maior destaque foi o setor de serviços (+ 13.008), que seguiu trajetória de contratações e ainda atingiu seu melhor desempenho desde que o Caged passou a ser divulgado com nova metodologia. O comércio (+ 5.567 contratações) e indústria e construção (+ 4.498) também seguiram contratando. A agropecuária apresentou saldo negativo de 113 vagas no mês.

No setor de serviços, os maiores volumes de contratações em agosto ocorreram nos grandes segmentos de restaurantes e outros estabelecimentos de serviços de alimentação e bebidas (+ 1.784) e limpeza em prédios e em domicílios (+ 1.328 contratações). No comércio, o destaque foi o comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (+ 1.091). No setor industrial, a construção civil (+ 1.996) continuou se sobressaindo.

Na análise regional, o bom desempenho do mercado de trabalho seguiu disseminado pelo estado em agosto, com 72 dos 92 municípios fluminenses apresentando saldo positivo de contratações. A capital se destacou, respondendo por 15.322 das 22.960 vagas abertas no mês – esse resultado marca o melhor desempenho da capital fluminense desde novembro de 2020, puxado principalmente pela retomada do setor de serviços.

Plataforma Retratos Regionais

A plataforma Retratos Regionais da Firjan tem como base o saldo de empregos formais disponibilizados no Caged. Em um painel setorial são disponibilizados dados específicos dos setores industriais. Em outro painel regional, que também permite a busca por município, é apresentado o cenário geral de empregos, incluindo todos os grandes setores. A plataforma pode ser acessada através do link: https://bit.ly/2WunK6l .

 

LEIA MAIS

Há oportunidades para pessoas com todos os níveis de escolaridade

Maioria das oportunidades de trabalho não exige experiência anterior

Sondagem também revela que trabalhador ainda está com medo de perder o emprego, apesar do viés de queda

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Emprego