Johnny Maycon já escolheu parte do secretariado; só não revela nomes

Única pista dada pelo futuro prefeito é que a Secretaria de Educação será comandada por uma mulher. Ele também promete privilegiar servidores de carreira
quinta-feira, 19 de novembro de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Johnny Maycon:
Johnny Maycon: "Estamos montando uma equipe técnica, qualificada, que terá total autonomia para tomar as decisões que Nova Friburgo tanto precisa" (Foto: Henrique Pinheiro)

Eleito no último domingo, 15, o atual vereador e futuro prefeito de Nova Friburgo pelos próximos quatro anos – de 1º de janeiro de 2021 à 31 de dezembro de 2024 –, Johnny Maycon praticamente não teve tempo para celebrar a vitória nas urnas. O próximo ocupante da cadeira número um do Palácio Barão de Nova Friburgo já concedeu inúmeras entrevistas aos principais veículos de comunicação locais, entre eles A VOZ DA SERRA, que o recebeu no dia seguinte ao pleito; já anunciou que pretende antecipar o processo de transição de governo com o atual prefeito Renato Bravo. Ele garantiutambém que pretende promover o mais rápido possível a licitação do transporte público do município, processo que se arrasta há mais de dois anos sem solução.

Em meio a isso e num curto período de tempo, Johnny Maycon também precisa montar e estruturar a equipe que irá conduzir a transição de governo, tão logo ela seja iniciada, bem como escolher os nomes das pessoas que irão compor o primeiro escalão da gestão dele à frente da administração municipal. Em entrevista concedida na manhã da última quarta-feira, 17, ao programa Show do Pedro Osmar, na Rádio Nova Friburgo AM, o prefeito eleito revelou que já definiu quem comandará algumas pastas do Executivo, porém, não revelou nomes.

“Já escolhemos, por exemplo, quem será a nossa secretária de Educação. Para isso ouvimos professores, diretores, profissionais de apoio e ela é praticamente uma unanimidade. É uma pessoa inteligente, super competente, experiente, que conhece pessoalmente as 121 unidades educacionais friburguenses. Portanto, estamos montando uma equipe técnica, qualificada, que terá total autonomia para tomar as decisões que Nova Friburgo tanto precisa. Se não for dessa forma, jamais daremos início às mudanças que a população tanto anseia”, declarou Johnny Maycon.

Os critérios para escolha do secretariado

O futuro prefeito garantiu que os critérios para a escolha dos nomes que farão parte do primeiro escalão do governo serão estritamente técnicos e prometeu que a preferência será pelos servidores de carreira (concursados) da prefeitura que, segundo ele, são as pessoas que conhecem a realidade do município e as principais demandas de cada bairro e distrito.

“Nosso secretariado será todo técnico. Estamos indo na contramão da cultura política brasileira. Como os secretários normalmente costumam ser escolhidos? Os candidatos fazem uma coligação com os partidos A, B e C. Aí o partido A indica o secretário de Saúde, o partido B indica o secretário de Educação, o partido C indica o secretário de Ordem e Mobilidade Urbana, por exemplo, e por aí vai. Isso é o que acontece habitualmente na política brasileira e é o que vimos acontecer aqui em Nova Friburgo nos últimos anos”, afirmou Johnny Maycon.

“Como nossa campanha não teve investimentos empresariais e não firmamos acordos políticos, teremos autonomia suficiente. Nosso secretariado está sendo selecionado ouvindo profissionais das áreas de atuação na administração municipal e estamos dando máxima preferência aos servidores de carreira, que são profissionais extremamente experientes, que sempre contribuíram para o desenvolvimento do município, mas nunca tiveram uma oportunidade por conta das interferências políticas”, se comprometeu o prefeito eleito.

Isso não quer dizer, segundo Johnny Maycon, que não irão ser contratados servidores comissionados: “Obviamente teremos ao nosso redor pessoas de nossa confiança. O que não há necessidade é de contratar mais de mil servidores comissionados. Permanecendo essa prática continuaremos com a máquina pública inchada sem conseguir valorizar os nossos servidores concursados, de carreira”, argumentou o prefeito eleito, que completou: “Temos certeza que com uma gestão séria, honesta, técnica, moderna, sem interferência de terceiros e sem privilegiar ninguém, teremos totais condições de, gradualmente, atender às expectativas do povo friburguense”, finalizou. 

 

LEIA MAIS

Outros seis integrantes também tiveram seus nomes confirmados, revela Massimo

Em janeiro de 2021, tragédia climática que abalou Nova Friburgo completará dez anos

Contrato com a empresa que presta o serviço termina em 31 de dezembro e será necessário fazer um emergencial para evitar desabastecimento

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Governo