Frizão fica no empate com o América e volta a campo neste sábado

Com os goleiros mais inspirados que os atacantes, placar não saiu do zero em Mesquita
sexta-feira, 23 de julho de 2021
por Vinicius Gastin
Ricardo foi uma das opções de contra ataque do Friburguense diante do América (Foto: Marcos Farias)
Ricardo foi uma das opções de contra ataque do Friburguense diante do América (Foto: Marcos Farias)

Confirmando as expectativas, Friburguense e América travaram um duelo equilibrado, de muita marcação, disputa pela bola e poucas oportunidades na tarde de quarta-feira, 21, no estádio Giulite Coutinho, no município de Mesquita, na Baixada Fluminense. Naquelas que surgiram, Afonso e, especialmente, Luiz Henrique, foram providenciais. O goleiro do Tricolor cortando as tentativas pelo alto, e o rubro, para bloquear os chutes certeiros.

O Friburguense volta a campo neste sábado, 24, quando recebe o Macaé, às 15h, no Eduardo Guinle, em duelo válido pela terceira rodada da Taça Corcovado.

O chute de Ricardinho, antes da primeira volta do ponteiro no relógio, mostrou aquela que deveria ser a postura do Friburguense. O empate em casa contra o Angra dos Reis, por 1 a 1, não agradou em termos de pontuação, tampouco desempenho. O Tricolor da Serra já havia demonstrado mais na Série A2, e além do resultado, a equipe buscava recuperar a boa postura em Mesquita. Do outro lado estava o tradicional América, também vindo de uma igualdade fora de casa, que buscava fazer valer o fato Giulite Coutinho. As duas primeiras tentativas foram de bola parada, e uma delas deu algum trabalho a Afonso.

Aos cinco minutos, foi a vez de Luiz Henrique aparecer de forma providencial com os pés, e evitar a finalização de Léo Assis. Povoando o meio de campo – a escolha por Rodrigo na vaga de Jhonatan ilustra o fato -, o time comandado por Cadão anulou as ações do adversário, e por vezes, ao adiantar a marcação, conseguiu recuperar a bola ainda no ataque. Contudo, apresentou alguma dificuldade para concluir as jogadas.

Aos 18 minutos sim, João exigiu boa defesa do goleiro rubro em chute de fora da área. Susto em chute do América, aos 21, resposta do Frizão após falha de Naylhor. Pouco depois, a rápida trama entre Ricardo e Damião terminou com o leve desvio de João, rente à trave esquerda de Luiz Henrique. Aos 43 minutos, Yan encontrou um raro espaço entre os zagueiros tricolores e forçou Afonso a fazer uma boa intervenção no canto. As melhores oportunidades em um primeiro tempo com boas tramas do Friburguense, e tentativas pelo alto da equipe da casa.

Com as mesmas formações, mas com ritmo menos intenso, Friburguense e América pecaram na construção das jogadas. Um passe mais forte, um drible a mais ou mesmo a demora para concluir. O time da casa explorou mais o lado esquerdo de ataque, com Jackinha, enquanto o Tricolor buscava recuperar a posse e contra atacar em velocidade. Numa dessas tentativas, Rodrigo tentou acionar Léo Assis aos cinco minutos, mas bateu forte demais na bola. Este foi, basicamente, o roteiro dos primeiros 20 minutos, sem grandes emoções em Mesquita.

Os chutes de Ricardinho e Kunzel foram praticamente exceções, mas não levaram perigo às metas adversárias. As alterações começaram a ser promovidas por Cadão e Josué Teixeira. No caso tricolor, Lucas e Camilo foram as apostas para movimentar o setor ofensivo.

O Frizão teve oportunidade cristalina aos 42 minutos, exatamente com a dupla: Lucas ajeitou com o peito para Camilo, com liberdade na grande área para bater de primeira. Luiz Henrique caiu no canto e fez grande defesa. Com os goleiros mais inspirados que os atacantes, o placar não saiu do zero.

 

Ficha Técnica

América 0 x 0 Friburguense

Campeonato Carioca Série A2 2021

Taça Corcovado – 2º Turno

2ª rodada

21/07/2021 - 15h

Estádio Giulite Coutinho, Mesquita-RJ

 Árbitro: Alan Trindade da Silva

Assistentes: Carlos da Conceição e Anderson de Moura

 

América: Luis Henrique, Polegar, Admilton, Naylhor e Jackinha; Künzel, Dieguinho, Paulo Henrique (Agú) e Jones (Guilherme) Carioca; Wander (Wandinho) e Yan (Tadeu).

Técnico: Josué Teixeira

 

Friburguense: Afonso; Murillo, Cristopher, Jhonata e Neto; Luiz Felipe, Damião, Rodrigo (Flavinho) e Ricardinho; Léo Assis (Lucas) e João (Camilo).

Técnico: Cadão

 

Taça Corcovado – Tabela do Frizão

  • Friburguense 1 x 1 Angra dos Reis, Eduardo Guinle
  • América 0 x 0 Friburguense, Giulite Coutinho
  • 24/jul - Sáb - 15h - Friburguense x Macaé, Eduardo Guinle
  • 28/jul - Qua - 15h - Sampaio Corrêa x Friburguense, Lourival Gomes
  • 31/jul - Sáb - 15h - Friburguense x Audax, Eduardo Guinle
  • 07/ago - Sáb - 15h - Maricá x Friburguense, Alzirão

 

Taça Corcovado

2ª rodada - resultados

Macaé 1 x 0 Cabofriense, Antônio Medeiros

Sampaio Corrêa 1 x 0 Duque de Caxias, Lourival Gomes

Audax Rio 5 x 1 Gonçalense, Trabalhador

Maricá 1 x 1 Artsul, Alzirão

Angra dos Reis 0 x 0 Americano, Jair Toscano

América 0 x 0 Friburguense, Giulite Coutinho

 

Classificação

 

Grupo A

  • 1º – Gonçalense, 3 pts
  • 2º – Friburguense, 2 pts
  • 3º – Cabofriense, 1 pt
  • 4º – Artsul, 1 pt
  • 5º – Duque de Caxias, 1 pt
  • 6º - Americano, 1 pt

 

Grupo B

  • 1º – Audax, 6 pts
  • 2º – Maricá, 4 pts
  • 3º – Macaé, 4 pts
  • 4º – Sampaio Corrêa, 3 pts
  • 5º – América, 2 pts
  • 6º - Angra dos Reis, 2 pts

 

3ª rodada – próximos jogos

  • 24/jul – 15h – Cabofriense x Sampaio Corrêa, Correão
  • 24/jul – 15h - Duque de Caxias x Audax Rio, Marrentão
  • 24/jul – 15h - Gonçalense x Maricá, Alzirão
  • 24/jul – 15h - Artsul x Angra dos Reis, Nivaldo Pereira
  • 24/jul – 15h - Americano x América, Antônio Medeiros
  • 24/jul – 15h - Friburguense x Macaé, Eduardo Guinle

 

 

LEIA MAIS

Cordoeira conseguiu alcançar uma boa vitória no último final de semana

Equipe tem novo desafio nesta temporada, após boa campanha no Campeonato Estadual

Reforçado por trio de ídolos do Friburguense, equipe do Estrela desponta entre favoritos

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol