Frizão é derrotado em Saquarema pelo Sampaio Corrêa

Tricolor da Serra volta a jogar em casa no fim de semana: adversário é o Audax, rival também na semifinal do 1º turno
sexta-feira, 30 de julho de 2021
por Vinicius Gastin
Friburguense, do atacante João, chegou a abrir o marcador em Saquarema
Friburguense, do atacante João, chegou a abrir o marcador em Saquarema

Apesar de ter saído na frente, o Friburguense não conseguiu sustentar a vantagem e acabou sofrendo o primeiro revés na Taça Corcovado. Luiz Felipe abriu o marcador, mas Elias, cobrando pênalti, e Abuda decretaram a vitória do Sampaio Corrêa por 2 a 1, em jogo realizado na tarde da última quarta-feira, 28, no estádio Lourival Gomes, em Saquarema.

Mesmo com o resultado adverso, o Frizão foi beneficiado com os demais placares, e se manteve na zona de classificação para as semifinais, na segunda colocação do grupo A, com cinco pontos ganhos. O Gonçalense lidera com sete. No geral, o time de Nova Friburgo é o sexto colocado, com 14 pontos ganhos.

O Friburguense volta a campo neste sábado, 31, quando recebe o Audax, às 15h, no Eduardo Guinle. Confronto válido pela quinta rodada da Taça Corcovado, mas que também irá se repetir na semifinal do primeiro turno, possivelmente em Resende, no dia 14 de agosto.

O jogo

Sem lesões, suspensões e casos de Covid-19, o técnico Cadão pôde repetir a escalação que iniciou a partida contra o Macaé. Pode parecer algo comum, mas diante das adversidades encontradas, seja pela expectativa dos testes ou da sequência de jogos e viagens, é um detalhe para comemorar. E manter a formação, no caso tricolor, também significa dar oportunidade ao novo ataque titular: entre o primeiro e segundo turnos, o Frizão perdeu os até então titulares Jhonatan e Léo Reis. Desta forma, Lucas e João passaram a formar a dupla ofensiva.

Do lado do Sampaio Corrêa, os experientes Elias e Alexandro, ambos com passagens pelo Botafogo, por exemplo, eram as referências e as figuras mais buscadas pelos meias e laterais. Perigo constante que exigiria atenção durante todo o tempo para os jovens zagueiros Jhonata e Cristopher. Aos dez minutos, Araruama desviou um chute de longa distância, e por pouco não atrapalhou Afonso.

O alívio definitivo veio com a marcação do impedimento no lance. A equipe da casa aumentou o ritmo a partir de então, e passou a chegar com maior perigo à área tricolor. Mas foi o Frizão quem marcou aos 16 minutos, com Luiz Felipe. A vantagem foi mantida graças ao reflexo de Afonso, aos 19, com grande defesa no canto.

Aos 24 minutos, contudo, o árbitro entendeu como pênalti o desvio no braço de João, dentro da grande área. Elias cobrou e deixou tudo igual em Saquarema. Movimentado, o jogo continuou equilibrado, com construções ofensivas de ambos os lados. Aos 28, Murillo parou em boa defesa de Rafael. Quase sempre pela direita, o Friburguense tentava encontrar o caminho para liderar o placar.

Apesar de o equilíbrio ter se mantido no segundo tempo, o Sampaio Corrêa foi mais eficiente e conseguiu marcar o segundo gol, através de Abuda. O Tricolor da Serra lutou bastante em busca do empate, mas não conseguiu balançar as redes novamente no Lourival Gomes.

Semi do 1º turno marcada

A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Fferj) confirmou que o confronto entre Audax e Friburguense, válido pela semifinal da Taça Santos Dumont, será realizado no dia 14 de agosto, uma semana antes das semifinais do returno (Taça Corcovado). A partida deve acontecer no estádio do Trabalhador, em Resende, no sul fluminense.

O vencedor vai enfrentar o Artsul na decisão do primeiro turno da Série A2, prevista para o dia 18 de agosto, uma quarta-feira. Por conta da decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), devolvendo os pontos retirados do Friburguense no julgamento do TJD/RJ, pela suposta escalação irregular do atacante João, os jogos Audax 0 x 1 Americano (semifinal) e Americano 0 x 0 Artsul (final) não foram validados. Assim, o título não foi homologado.

No duelo, o Friburguense terá que vencer, uma vez que o Audax por ter feito melhor campanha, terá vantagem de ser o mandante de campo e jogar por um empate.

 

Ficha Técnica

Sampaio Corrêa 2 x 1 Friburguense

Campeonato Carioca Série A2 2021

Taça Corcovado – 2º Turno

4ª rodada

27/07/2021 - 15h

Estádio Lourival Gomes, Saquarema-RJ

Árbitro: José Waldson Modesto

Assistentes: Diogo Neto Turco e Thiago Saboia

 

Taça Corcovado – Tabela do Frizão

  • Friburguense 1 x 1 Angra dos Reis, Eduardo Guinle
  • América 0 x 0 Friburguense, Giulite Coutinho
  • Friburguense 2 x 0 Macaé, Eduardo Guinle
  • Sampaio Corrêa 2 x 1 Friburguense, Lourival Gomes
  • 31/jul - Sáb - 15h - Friburguense x Audax, Eduardo Guinle
  • 07/ago - Sáb - 15h - Maricá x Friburguense, Alzirão

 

Resultados

4ª rodada da Taça Corcovado

  • Audax Rio 3 x 0 Cabofriense, Trabalhador
  • Maricá 1 x 0 Duque de Caxias, Alzirão
  • Angra dos Reis 0 x 2 Gonçalense, Jair Toscano
  • América 2 x 1 Artsul, Giulite Coutinho
  • Macaé 1 x 1 Americano, Antônio Medeiros
  • Sampaio Corrêa 2 x 1 Friburguense, Lourival Gomes

 

Classificação

Grupo A

  • 1º – Gonçalense, 7 pts
  • 2º – Friburguense, 5 pts
  • 3º – Artsul, 4 pts
  • 4º – Cabofriense, 2 pts
  • 5º – Americano, 2 pts
  • 6º - Duque de Caxias, 1 pt

 

Grupo B

  • 1º – Audax, 12 pts
  • 2º – Maricá, 8 pts
  • 3º – América, 8 pts
  • 4º – Sampaio Corrêa, 7 pts
  • 5º – Macaé, 5 pts
  • 6º - Angra dos Reis, 2 pts

 

5ª rodada – Sábado, 31, às 15h

  • Cabofriense x Maricá, Correão
  • Duque de Caxias x Angra dos Reis, Marrentão
  • Gonçalense x América, Alzirão
  • Artsul x Macaé, Nivaldo Pereira
  • Americano x Sampaio Corrêa, Antônio de Medeiros
  • Friburguense x Audax Rio, Eduardo Guinle

 

LEIA MAIS

Reforçado por trio de ídolos do Friburguense, equipe do Estrela desponta entre favoritos

São Pedro da Serra, Estádio Guilherme Gripp e Estádio Márcio Branco são os palcos das competições

Campeã, equipe de Miguel Pereira sobe de divisão

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol