Friburgo terá aulão de defesa pessoal gratuito para mulheres

Não há necessidade de inscrição prévia: basta comparecer às 19h de segunda, no Espaço Arp
terça-feira, 11 de fevereiro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Infelizmente, assédios e agressões às mulheres ainda são realidade no Brasil que ocupa o quinto lugar no ranking mundial de violência contra a mulher. O Ministério da Saúde registra que, no Brasil, a cada quatro minutos uma mulher é agredida por um homem. Só em 2018, foram registrados 145 mil casos de violência doméstica no país.

Em tempos de carnaval, o índice aumenta. Pensando nisso, o instrutor de defesa pessoal Pedro Sá, vai oferecer um aulão gratuito para as mulheres, trans, gêneros não binários ou agêneros aprenderem a se defender e minimizar os riscos nessas situações. O evento será realizado na próxima segunda-feira, 17, às 19h, no bloco 11 do Espaço Arp, na Avenida Conselheiro Julius Arp, 80, no Paissandu. Não é necessário se inscrever previamente.  

 

LEIA MAIS

“É uma escola em fase de recuperação e superação”, diz comunicado da roxo e branco no Facebook

Cerca de 50 mil turistas estiveram na cidade durante os quatro dias de folia

O jovem Kaio Veiga de Souza, de 15 anos, é também um admirador do jornalismo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra