Friburgo recebe mais de R$ 1 milhão pela Lei Aldir Blanc

Recursos atendem artistas e micro e pequenos empreendedores culturais impossibilitados de trabalhar devido às restrições da pandemia
terça-feira, 20 de outubro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Músico de rua em Friburgo (Foto: Henrique Pinheiro)
Músico de rua em Friburgo (Foto: Henrique Pinheiro)

No último dia 9, foram depositados em uma conta do Banco do Brasil (criada pelo Governo Federal e vinculada ao Fundo Municipal de Cultura de Nova Friburgo), R$ 1.277.025,74 referente aos recursos destinados ao município para as ações da Lei Aldir Blanc de Emergência Cultural (lei 14.017/2020). Segundo o secretário de Cultura de Nova Friburgo, Mário Jorge Bastos, “os procedimentos administrativos para recebimento do recurso já foram adotados pela Secretaria Municipal de Finanças”.

Sancionada em julho passado, a Lei Aldir Blanc visa atender a necessidade de auxílio financeiro os artistas e micro e pequenos empreendedores culturais impossibilitados de trabalhar devido às restrições impostas pela pandemia. 

Em função da expectativa da liberação dos recursos reuniões virtuais da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização têm sido realizadas para a preparação de cinco editais, sendo um para a chamada pública e outros quatro de fomento. Os editais de fomento e de prêmios ainda aguardam conclusões da Comissão de Acompanhamento e Fiscalização, cumprindo os trâmites legais de discussão com a sociedade civil da implementação da lei.

Segundo Mário Jorge, serão liberados também auxílios emergenciais de R$ 600 para pessoas físicas através da Secretaria estadual de Cultura e Economia Criativa. Os artistas e demais agentes culturais de Nova Friburgo que se cadastraram na Lei Aldir Blanc devem ficar atentos à divulgação dos editais nos próximos dias, principalmente os que se inscreveram no Mapeamento Cultural.

 

LEIA MAIS

Expectativa é da Fecomércio. Campanha coletiva de descontos é nesta sexta

Cerimônia presencial e online contou com entrega das premiações do Projeto Rotary em Trovas

Bebedores rotineiros subiram de 23,9% para 26,4%; consumidores de tabaco ou derivados caíram de 14,9% para 12,8%

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra