Friburgo agora já tem 4 casos confirmados de coronavírus

Casos suspeitos sobem de 35 para 57 em três dias. Quatro deles aguardam confirmação
segunda-feira, 06 de abril de 2020
por Jornal A Voz da Serra
O prefeito em live na semana passada (Arquivo AVS)
O prefeito em live na semana passada (Arquivo AVS)

Enquanto a Secretaria estadual de Saúde divulgava, neste domingo, 5, que Nova Friburgo tinha dois casos confirmados de coronavírus, a prefeitura dobrava esse número para quatro casos confirmados nesta segunda-feira, 6.

O boletim da prefeitura da sexta-feira, 3, confirmava apenas  um caso.

Dos casos confirmados, segundo a prefeitura, três são mulheres e um é homem. As idades variam entre 36, 55, 63 e 73 anos. Dois são moradores do Centro e dois, da Ponte da Saudade.

De acordo com os números oficiais da  prefeitura,  há ainda duas mortes no município suspeitas de terem sido causadas por Covid-19.

O total de casos suspeitos agora subiu, em três dias, de 53 para 75, dos quais 18 continuam hospitalizados.

O número que mais subiu de sexta para esta segunda foi o de casos suspeitos em isolamento domicilar: de 35 para 57. Qutaro deles já foram testados positivos por laboratórios particulares e aguardam confirmação pelo laboratório da Fiocruz, no Rio.

O total de notificações chega a 134 (eram 102 na sexta), mas 59 casos foram descartados. 

Após reportagem de A VOZ DA SERRA nesta quarta (relembre aqui), a prefeitura aperfeiçoou o detalhamento do boletim, sem fornecer mais detalhes.

Os númeross no estado

Os quatro casos de Nova Friibutgo já aparecem no boletim divulgado na tarde desta segunda pela Secretaria estadual de Saúde. No total, o Estado do Rio tem 1.461 casos confirmados e 71 óbitos por coronavírus. Há ainda 75 óbitos em investigação.

Os casos confirmados estão distribuídos da seguinte maneira:

  • Rio de Janeiro – 1.110
  • Niterói – 92
  • Volta Redonda – 55
  • Nova Iguaçu – 29
  • Duque de Caxias – 21
  • Petrópolis – 16
  • Belford Roxo – 14
  • Itaboraí – 14
  • São Gonçalo – 13
  • São João de Meriti – 10
  • Maricá – 8
  • Teresópolis – 7
  • Macaé – 6
  • Mesquita – 6
  • Magé – 5
  • Nilópolis – 4
  • Nova Friburgo – 4
  • Queimados – 4
  • Angra dos Reis – 3
  • Barra Mansa – 3
  • Itaguaí – 3
  • Resende – 3
  • Rio das Ostras – 3
  • Barra do Piraí – 2
  • Campos dos Goytacazes – 2
  • Guapimirim – 2
  • Itaperuna – 2
  • Mangaratiba – 2
  • Paraíba do Sul – 2
  • Rio Bonito – 2
  • São Pedro da Aldeia – 2
  • Valença – 2
  • Araruama – 1
  • Arraial do Cabo – 1
  • Iguaba Grande – 1
  • Miguel Pereira – 1
  • Porciúncula – 1
  • São João da Barra – 1
  • Seropédica – 1
  • Tanguá – 1
  • Três Rios – 1
  • Município de residência em investigação – 1

Nesta segunda foram computados mais sete óbitos, totalizando 71. As novas vítimas são:

  • Homem de 41 anos; de Belford Roxo
  • Homem de 40 anos; de Itaboraí
  • Mulher de 28 anos; do Rio de Janeiro
  • Mulher de 50 anos; do Rio de Janeiro
  • Homem de 64 anos; do Rio de Janeiro
  • Homem de 70 anos; do Rio de Janeiro
  • Homem de 87 anos; do Rio de Janeiro

 
Os óbitos dos 38 homens e 33 mulheres foram registrados nos seguintes municípios:

  • Rio de Janeiro – 47
  • Belford Roxo – 3
  • Duque de Caxias – 3
  • Itaboraí – 2
  • Niterói – 2
  • Nova Iguaçu – 2
  • Rio Bonito – 2
  • Volta Redonda – 2
  • Arraial do Cabo – 1
  • Maricá – 1
  • Mesquita – 1
  • Miguel Pereira – 1
  • Petrópolis – 1
  • Rio das Ostras – 1
  • São Gonçalo – 1
  • São João de Meriti – 1
     

No Brasil já são mais de 12 mil casos confirmados e mais de 530  mortes.

 

 

LEIA MAIS

Oração para pedir força para o enfrentamento da pandemia começará às 12h30

São R$ 15,9 bilhões dos cofres da União para servir de garantia a empréstimos

Confirmação foi feita em live na última segunda-feira. Previsão de entrega dos kits é em junho

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra