Feriadão teve cerca de 80% de ocupação nos hotéis

Com queda nas temperaturas, começa a alta temporada de turismo. Setor está cheio de expectativas
terça-feira, 26 de abril de 2022
por Christiane Coelho, especial para A VOZ DA SERRA
A feirinha da praça lotada de turistas (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
A feirinha da praça lotada de turistas (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

Um fim de semana prolongado e o típico clima de Outono na Região Serrana, com sol e céu azul durante o dia e um friozinho à noite. Tudo conspirando para atrair os turistas, principalmente do Rio de Janeiro e Região Metropolitana, que são os que mais buscam por Nova Friburgo como destino. Mas, de acordo com o presidente do Convention & Visitors Bureau do município, Edson Almeida, o Biá, o setor ainda não voltou à plenitude e registrou taxa média de ocupação de 80%. 

“As  pessoas estão começando a ter um pouco mais de confiança, mas estamos vivendo ainda um pouco do resultado da tragédia que aconteceu em Petrópolis, porque as pessoas entendem Região Serrana como um todo, não sabem que são serras diferentes. O que aconteceu lá impactou de forma bastante representativa na nossa ocupação”, acredita ele.

Depois de dois anos com fechamento total ou parcial do setor por causa da pandemia da Covid-19, a queda do número de casos, e flexibilização das medidas protetivas, que são consequências do avanço da vacinação, outro fator que também pesou na não ocupação da capacidade total da rede hoteleira é a crise financeira. “Estamos vivendo um período recessivo também e as pessoas estão com pouco dinheiro”, avaliou Edson Almeida.

De acordo com a Secretaria Municipal de Turismo, além dos turistas que vieram à cidade em seus carros, entre os últimos dias 20 e 24, foram registradas as entradas de 23 ônibus de turismo na cidade. "Acreditamos que 2022 é um ano muito importante no contexto de retomada, já que em 2021 - e até mesmo neste primeiro trimestre de 2022 - o turismo ainda foi impactado pela pandemia e outros fatores. Mas com a flexibilização das atividades, como eventos e viagens, por exemplo, esses números estão melhorando. Talvez ainda não no mesmo patamar de 2019, mas estamos otimistas e avançando. O turismo de Nova Friburgo é diversificado e o Circuito Tere-Fri, os distritos de Lumiar, São Pedro da Serra e Amparo, além do Teleférico, foram os locais mais procurados nestes dias", celebrou o secretário municipal de Turismo, Renan Alves.

Mas, o setor está confiante que, com a chegada da estação mais atraente do ano para turistas da Região Serrana, o Inverno, o setor consiga atingir sua plenitude. “Os empresários e entidades de turismo, junto com o poder público, têm trabalhado a divulgação da cidade como destino turístico em feiras e eventos”, salienta o presidente do Nova Friburgo Convention & Visitors Bureau.               

A cidade também está sendo palco de eventos que atraem os turistas, como o Festival de Costela, que aconteceu na Praça do Suspiro entre sexta-feira, 22, e domingo, 24, e, de acordo com seus promotores, foram consumidas três toneladas de costela nos três dias. “Os eventos são  geradores de fluxo turístico. É importante a retomada dos festivais de Inverno, Truta, Chocolate com Morango, Feira da Moda Íntima (Fevest), eventos coorporativos e culturais, que são os que ocupam nossos hotéis e movimentam os restaurantes e a economia turística. Essa é nossa esperança”, ressaltou Biá. 

Turismo de aventura

Nova Friburgo tem todas as características para ser um grande destino para o turismo de aventura. Ontem, 25, foi apresentado, em uma coletiva, a promoção de um curso de capacitação para os guias de turismo se especializarem numa ação conjunta da empresa Brasil Active, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Senac, prefeitura e Fundação Dom João VI.

De acordo com nota a prefeitura, o turismo de aventura, “além de tirar o viajante da sua zona de conforto e promover experiências naturais, culturais e físicas, esse ramo do turismo permite àqueles que curtem adrenalina testar seus limites e curtir um tempo na natureza. E ainda, através do ecoturismo é possível promover a visitação dos espaços naturais buscando sempre minimizar os impactos negativos no meio.”

 

LEIA MAIS

Evento tem a proposta de capacitar profissionais de segmentos ligados direta ou indiretamente ao trade turístico

Objetivo é minimizar impactos causados por excesso de visitantes nesta época do ano

Vários setores comemoram o sucesso dos eventos da folia em maio e do aniversário da cidade

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Turismo