Deam-NF prende condenado por lesão corporal e estupro na Lagoinha

Agressões foram motivadas por acusado não aceitar fim de relacionamento
sexta-feira, 18 de setembro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
A Deam de Nova Friburgo (Arquivo AVS)
A Deam de Nova Friburgo (Arquivo AVS)

Na tarde da última quinta-feira, 17, policiais civis da Deam-NF, coordenados pela delegada titular, Carla Ferrão, cumpriram mandado de prisão condenatória, expedido pelo juízo Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, da Comarca de Nova Friburgo, pela prática dos crimes de lesão corporal e estupro no bairro da Lagoinha, na forma da Lei Maria da Penha.

Segundo informou a Deam, o réu  foi preso em flagrante em 2019 por agentes da especializada pela prática dos crimes, mas foi solto e respondeu ao processo em liberdade. O réu foi condenado em definitivo, tendo o respectivo mandado de prisão sido expedido nesta quinta-feira.

Ainda de acordo com a Deam-NF, o autor agrediu sua ex-companheira com socos e chutes, sendo alguns golpes na cabeça, por não aceitar o pedido de separação. À imprensa, a delegacia especializada informou que as agressões evoluíram para estupro quando a vítima foi para o quarto.

“Tão logo fomos comunicados da existência da ordem de prisão, iniciamos ações de inteligência, que culminou no cumprimento do mandado, em menos de 24 horas após a sua expedição”, informou o boletim da Deam-NF.

Cumprida as formalidades legais, o acusado será encaminhado à Seap, onde ficará a disposição da Justiça.

 

LEIA MAIS

Mandado de prisão foi cumprido na casa do acusado, no bairro Jardim Califórnia

Acusado também tinha passagens pela polícia por tráfico de drogas, roubo e homicídio

Anvisa já acionou a Polícia Federal. Imunizante ainda está em fase de testes

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: crime