Como o mundo do Futebol de Mesa reage a pandemia e mantém atividades

Federação promove a Copa E-Fefumerj 2020, em ambiente virtual e com protocolo
quarta-feira, 08 de julho de 2020
por Vinicius Gastin
No início de ano, AFFM / Friburguense já havia conquistado uma etapa da Taça Guanabara
No início de ano, AFFM / Friburguense já havia conquistado uma etapa da Taça Guanabara

Em meio a pandemia e a necessidade de cumprir o isolamento social ao máximo possível, os eventos esportivos seguem, em grande maioria, paralisados. E até mesmo as modalidades mais tradicionais têm aderido à tecnologia para seguir movimentando atletas e equipes, enquanto o retorno das competições continua indefinido.

É o caso, por exemplo, do futebol de mesa. Em Nova Friburgo, AFFM / Friburguense, Nova Friburgo F.C. e tantas outras agremiações geralmente participam de campeonatos estaduais, ou movimentam as comunidades locais com essa prática esportiva. Como não têm sido possível reunir os botonistas neste momento, a Federação de Futebol de Mesa do Estado do Rio de Janeiro está promovendo a Copa E-Fefumerj 2020.

Na primeira edição, o atleta Reinaldo Gomes, conhecido como Reizinho, sagrou-se campeão invicto da 1ª etapa ao derrotar Abel Cêpa por 2 a 0, em final transmitida na fanpage da entidade. O vencedor fez valer a experiência e também o fato de ter o nível mais alto (124) no aplicativo Soccer Stars, entre os atletas que participaram do torneio. O campeão teve uma campanha quase de 100%, tendo apenas empatada na fase classificatória em 1 a 1 com Nathan do Nascimento. Na série prata Victor Vilete levou o título ao vencer Sandro Braga pelo placar de 2 a 0. Na série bronze o campeão foi Rafael Guedes, que venceu Eduardo Tavares por 2 a 0.

O formulário de inscrição para a 2ª etapa da Copa E-Fefumerj 2020 já está disponível, e as inscrições podem ser realizadas até esta quarta-feira, 8. O sorteio dos grupos acontece hoje às 20h, em live promovida na fanpage da Fefumerj no Facebook. Os jogos serão realizados entre os próximos dias 10 e 26.

AFFM / Friburguense

A temporada está paralisada e ainda não possível fazer previsões, mas a Associação Friburguense de Futebol de Mesa já havia participado da abertura do Campeonato Estadual Interclubes da categoria principal. A equipe tricolor encarou o América e venceu o duelo válido pela Taça Guanabara, correspondente ao primeiro turno. Na partida, realizada em Nova Friburgo, a AFFM / Friburguense venceu duas das quatro parciais, empatou uma e venceu no placar agregado por 27 a 18.

A outra partida da rodada inaugural foi o clássico carioca entre Flamengo e Botafogo, vencido pelo Glorioso por 41 a 5. O Vasco da Gama folgou no primeiro fim de semana de jogos. A segunda rodada seria realizada no dia 26 de abril, quando o Frizão enfrentaria o Botafogo. O outro confronto seria entre América e Vasco da Gama enquanto o Flamengo folgaria na rodada.

A AFFM possuía um calendário de competições, dentre elas o Campeonato Estadual Individual, com as seis etapas – sendo uma em Nova Friburgo - e por equipes, o Campeonato Brasileiro Individual em São Paulo, o Brasileiro por equipes em Caruaru e o Sul-Americano em Val Paraíso, no Chile.

Em 2019, dentre os resultados obtidos estão a sétima colocação no geral do Campeonato Brasileiro de Futebol de Mesa de Equipes, em São José dos Pinhais, no Paraná, e a Taça Guanabara na modalidade 12 Toques.

Protocolo da Confederação

Embora ainda não exista uma data para o retorno das competições, a Confederação Brasileira de Futebol de Mesa (CBFM) também preparou o seu próprio protocolo com regras e orientações, que deverão ser respeitadas seguindo também os decretos municipais e estaduais.

Dentre as instruções mínimas e obrigatórias estão a realização de campanhas educativas permanentes sobre a importância da higienização de mãos e uso de máscaras para todos os diretores e atletas. A fiscalização vai ficar a cargo das federações, também responsáveis por autorizar as sedes dos eventos a funcionarem.

A manutenção e limpeza deverão ser mantidas sob todos os aspectos, e a periodicidade deve ser definida de acordo com as necessidades. Em salas não climatizadas, todas as portas e janelas deverão estar abertas para circulação do ar. O local do evento deve informar a validade da sanitarização realizada, e a limpeza (higienização) do local e banheiros terá que ser feita, pelo menos, em dois turnos. Também devem estar disponíveis álcool em gel e papel toalha para todos os participantes.

O protocolo da Confederação também pede para que seja evitada aglomerações no local do evento, priorizando os diretores, árbitros e atletas da rodada em andamento. Nos ambientes de espera todos deverão ter um distanciamento de um metro, mesma distância entre as mesas utilizadas pela parte técnicas em relação ao público. Já as mesas deverão ter o distanciamento mínimo de 1,5 metro, sinalizados no chão de forma visível. Todos os envolvidos no evento deverão utilizar obrigatoriamente máscara de proteção.

Ainda segundo as determinações da Confederação Brasileira de Futebol de Mesa, antes de iniciar os tempos dos jogos e ao final, todos envolvidos deverão higienizar as mãos com álcool em gel. Os apertos de mão deverão ser evitados. Inicialmente, não será obrigatória a averiguação térmica na entrada do evento.

  • Quando as competições retornarem, uma série de recomendações terá que ser respeitada

    Quando as competições retornarem, uma série de recomendações terá que ser respeitada

  • Mesas, por enquanto, vazias, são substituídas por competição on-line no Rio

    Mesas, por enquanto, vazias, são substituídas por competição on-line no Rio

LEIA MAIS

O duelo foi válido pela Taça Guanabara, correspondente ao primeiro turno

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra