A VOZ DA SERRA em contagem regressiva

Jornal vai completar 75 anos em 7 de abril e prepara edição especial
sábado, 14 de março de 2020
por Ana Borges (ana.borges@avozdaserra.com.br)
O AVS na gráfica (Foto: Henrique Pinheiro)
O AVS na gráfica (Foto: Henrique Pinheiro)

Desde a entrada no século 21, a comunicação das grandes massas vem demonstrando fortalecimento e uma consequente evolução de todos os meios de informação. Essa nova mídia vem sendo comandada por profissionais com ampla visão dos novos tempos, preparados para os desafios que surgem a cada dia, num mundo cada vez mais globalizado. 

As grandes corporações disputam espaço nas plataformas digitais e as notícias circulam pelo planeta numa velocidade surpreendente. Mas a informação de qualidade, com conteúdo criterioso e responsável é prioritário e terá sempre seu lugar. E as empresas já consolidadas hão de manter o espaço que lhes cabe por direito, e competência. 

É o caso de A VOZ DA SERRA e assim tem sido desde 7 de abril de 1945. Prestes a completar 75 anos, daqui a 24 dias (como identifica o selo publicado em nossa capa), o jornal continua sua jornada feita de muito trabalho, empenho e determinação de sua equipe, atento às novidades tecnológicas, sob uma direção que não hesita em investir em sua infraestrutura e em todas as plataformas de comunicação.  

Uma história de sucesso

Há quase 75 anos, no dia 7 de abril, foi para as bancas a primeira edição do então semanário, que dali em diante circularia, ininterruptamente, até hoje. Ao longo das décadas, diversas gerações de jornalistas passaram por sua redação, encarando os desafios inerentes à profissão, com paixão e seriedade.   

De semanário passou a trissemanário, depois, diário, periodicidade que se mantém. Das máquinas de escrever aos computadores, não foram poucas as mudanças. Após meio século de grandes avanços, em 1994 foi criado o Caderno Light — substituído pelo Caderno Z, em 2016, no formato tablóide. Em 1997, a direção se antecipou a outros veículos regionais e passou a veicular notícias também através de nova plataforma, o site www.avozdaserra.com.br, dando início à versão on-line.

Dois anos depois, com uma renovada e criativa diagramação, o leitor recebeu um AVS colorido, o que demonstra sua constante busca por modernização, com o objetivo de oferecer aos nossos leitores, o que ele merece: um jornal que prima pelo bom gosto visual, com conteúdo produzido a partir de cuidadosa apuração e redigido por uma equipe de jornalistas qualificada, também dedicada a alimentar suas plataformas digitais: Facebook, WhatsApp, Instagram, Twitter e YouTube. Para tanto, em 2017 inauguramos o Estúdio Gabriel Ventura, onde gravamos entrevistas e chamadas de reportagens. 

Enfim, A VOZ não para, nós não paramos. Por tudo isso, temos todos os motivos para celebrar essa longa e frutífera trajetória. E prontos para seguir nessa caminhada que honra não só seus funcionários, de ontem e hoje, como, acreditamos, toda a cidade de Nova Friburgo.    

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: