RJ-116 deve receber 140 mil veículos até a próxima quarta

Previsão para feriadão de Aparecida ultrapassa o da Independência, quando 120 mil veículos cruzaram principal estrada de acesso a Friburgo
sexta-feira, 08 de outubro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
A serra entre Cachoeiras e Friburgo (Arquivo AVS)
A serra entre Cachoeiras e Friburgo (Arquivo AVS)

A concessionária Rota 116, que administra o trecho privatizado da rodovia RJ-116, entre Itaboraí e Macuco, estima que 140 mil veículos devam cruzar a rodovia até a próxima quarta-feira, 13, devido ao feriadão de Nossa Senhora Aparecida. Desde o meio-dia de sexta-feira, 8, equipes estão em plantão permanente em pontos estratégicos da RJ-116 para atender motoristas que necessitem de apoio emergencial. No feriado da Independência, 120 mil veículos cruzaram a estrada que é o principal acesso a Nova Friburgo para quem vem do Rio e municípios da Região Metropolitana, durante os cinco dias de feriadão.

Os motoristas devem redobrar a atenção no trecho da Serra dos Três Picos, entre Cachoeiras de Macacu e Nova Friburgo, principalmente em caso de chuva ou neblina, evitando forçar ultrapassagens e respeitando as placas de sinalização. As obras de reurbanização do trevo de acesso a Cordeiro estarão em andamento, assim como os serviços emergenciais de restauração de pavimento.

Serviços

Durante a Operação Aparecida a concessionária colocará à disposição todo seu efetivo operacional no Serviço de Apoio ao Usuário. Em caso de emergência os motoristas devem ligar para o 0800 282 0116 e solicitar serviços como guinchos, viaturas de inspeção de tráfego, ambulâncias-resgate, caminhões para apreensão de animais, carro-pipa e equipe especializada para atendimento a acidente envolvendo produtos perigosos. Os veículos e equipes estarão posicionados em pontos estratégicos da rodovia, durante 24 horas.

Os motoristas devem tomar cuidado com a velocidade máxima permitida, pois os radares estão sendo operados pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER), do estado. Em caso de chuva ou neblina, é necessário diminuir a velocidade e aumentar a distância entre os veículos. Caso não haja condições de seguir viagem, o motorista deve parar e permanecer em local seguro até que a chuva diminua.

Pedágio

A tarifa nas quatro praças de pedágio é de R$ 7 para carros de passeio, R$ 14 para veículos de dois eixos com rodagem dupla e R$ 28 para autos de três a seis eixos nos dois sentidos das pistas. Para os de sete eixos ou mais, o valor é de R$ 7 por eixo. Motocicletas são isentas da tarifa. Há praças de pedágio no quilômetro 1,9 em Itaboraí; 48,8 em Cachoeiras de Macacu; 90,3 em Nova Friburgo e no quilômetro 122,3, em Cordeiro.

Dicas para viajar com segurança

  • Revise seu carro e verifique: faróis, lanternas, pneus, limpador de para-brisas, nível de óleo, triângulo, macaco, chave de roda e extintor;

  • Tenha a mão a sua habilitação e o certificado de propriedade do veículo;

  • Respeite a sinalização: jamais ultrapasse quando a faixa à esquerda for contínua;

  • Evite trafegar ou parar no acostamento;

  • Reduza a velocidade nos perímetros urbanos e em caso de chuva e neblina, mantendo os faróis baixos;

  • Mantenha distância de 40 metros entre veículos;

  • Faça uma alimentação leve antes de dirigir e jamais tome bebida alcoólica antes ou durante a viagem.

LEIA MAIS

Terras Frias contará com duas caves para harmonização com queijos; safra 2022 incluirá vinhos da uva Chardonnay

Para ser atendido, é preciso fazer o agendamento pela internet ou telefone

"Tempo determinado para a permanência do veículo na vaga especial é de apenas dez minutos", diz ele

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Trânsito | Turismo