Repleto de garotos, Frizão busca empate com o América no Rio

Cadão comanda o Friburguense no último compromisso pela Seletiva Estadual
sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021
por Vinicius Gastin
Repleto de garotos, Frizão busca empate com o América no Rio

Jogo aberto, franco, de muitos erros, acertos e gols. Novos nomes surgem para o futuro de Friburguense e América, e velhos problemas desafiam as equipes para a sequência da temporada 2021. O placar de 4 a 4 na tarde da última quarta-feira, 17, premiou a valentia do Frizão, persistente e aguerrido até os minutos finais para buscar o empate. Ainda houve um lance duvidoso, aos 48 minutos, que poderia resultar na virada. Destaque para os jovens Igor Gomes e Willian, titulares com personalidade e bastante potencial para agregarem ao elenco comandado por Cadão.

O Tricolor da Serra termina a participação na fase preliminar do Campeonato Carioca neste sábado, 20, quando enfrenta o Sampaio Corrêa, às 15h30, no estádio Lourival Gomes. Na sequência, o clube inicia o planejamento para a disputa da Série A2, provavelmente com início no mês de maio.

O jogo

De fato, ainda restavam dois compromissos a serem cumpridos pela Seletiva do Campeonato Carioca Série A. Contudo, sem possibilidade matemáticas de avançar à Fase Principal, o Friburguense olha para o futuro. A sequência da temporada ainda reserva desafios, e para encará-los, será preciso ter criatividade e continuar apostando nas divisões de base. É de lá que jovens valores podem pintar e preencher as lacunas deixadas pela delicada situação financeira do clube.

Diante do América, no Giulite Coutinho, o técnico Cadão promoveu a entrada de duas dessas revelações no time titular. O lateral-direito Igor, filho de Sérgio Gomes, e o zagueiro Willian fizeram companhia ao atacante Thai, presença constante entre os 11 iniciais da equipe durante a competição. Dentre algumas dispensas e desfalques, o retorno de Afonso à meta e a escalação de Gleison, de volta após algumas temporadas, merecem destaque.

Também modificado e sem chances de classificação, o América não contou com os badalados Richarlyson e Vitor Júnior. Mais efetivo nos instantes iniciais, o time da casa abriu o placar aos dois minutos, em chute de França na entrada da grande área. Pouco depois, aos quatro, Pedro apareceu na pequena área para completar a jogada iniciada pela esquerda de ataque.

O Tricolor tentou reagir na infiltração de Ricardo, mas o toque por cima de Deola passou rente à trave do experiente goleiro. O duelo se repetiu aos 16 minutos, mas desta vez, Ricardo acertou um belo “sem pulo” e diminuiu o marcador.

Para quem gosta de futebol, a metade inicial da partida foi um convite à emoção. Aberto e franco, o duelo no Rio de Janeiro era eletrizante. Depois do primeiro gol do Friburguense, Pedro desperdiçou boa oportunidade de cabeça, e pouco depois, parou em grande defesa de Afonso. Aos 19 minutos, Léo Reis tentou emendar o levantamento de Flavinho, e por questão de segundos, não pegou em cheio na bola.

Depois do tempo técnico o ritmo da partida caiu, mas a precisão do atacante Pedro seguiu afiada: aos 33, o centroavante cobrou com precisão a falta na entrada da área e marcou o terceiro gol do América. Já no minuto final, o Frizão também teve a sua oportunidade em uma falta na entrada da grande área, mas Flavinho carimbou a barreira.

Segundo tempo

Com a mesma formação, porém com mais iniciativa. O Friburguense do início do segundo tempo teve posse de bola, variações e um belo cartão de visitas do garoto Igor. Foi dele a grande jogada pela direita, que resultou em dois dribles e na penalidade assinalada pelo árbitro. Léo Reis cobrou e diminuiu. Contudo, os apagões defensivos voltaram a assombrar o Frizão, e logo na saída de bola, aos quatro minutos, França marcou o quarto do América.

A questão emocional sempre foi desafio para o jovem elenco tricolor durante a Seletiva. O balde de água fria imediato na tentativa de reação era ameaça dentro desse contexto. Prontamente afastada, em tese, pelo golaço de Luiz Felipe, aos nove minutos, após chute colocado no ângulo esquerdo de Deola. O América esteve perto de ampliar novamente a diferença no marcador, mas Afonso operou verdadeiro milagre na finalização de França. Após a cobrança de escanteio, Caio, sozinho na linha da pequena área, mandou por cima o que poderia ter sido o quinto tento do time rubro.

Em busca do empate o Friburguense intensificou as tentativas no setor ofensivo, naturalmente deixando a defesa um pouco mais exposta. O panorama era de tentativas do Tricolor no ataque, por baixo e pelo alto, enquanto a equipe da casa tentava encaixar o contra golpe. Aos 31 minutos, após cobrança de escanteio, o Frizão passou perto da igualdade. Pouco depois, Léo Reis aproveitou a bola rebatida e bateu forte, por cima da meta.

A persistência foi cobrada aos 44 minutos, quando Ricardo cobrou falta e Bruno escorou para as redes. A virada quase veio no chute de Flavinho ou na sequência de escanteios. Lance polêmico aos 48 poderia ter resultado na marcação de um pênalti a favor do Friburguense, mas o árbitro ignorou e o empate prevaleceu na baixada fluminense.

Ficha Técnica

América 4 x 4 Friburguense

  • Campeonato Carioca Série A 2021
  • Fase Seletiva – Returno
  • 4ª rodada
  • 17/02/2021- 18h30
  • Estádio Giulite Coutinho, Mesquita-RJ
  • Árbitro: Alex Stefano
  • Assistentes: Gabriel Duarte e Flavio Manoel da Silva
  • América: Deola, Polegar, Lucão, Cristian e Alan Pires; Caio, Romulo e Agú; França, Pedro e Magno.
  • Técnico: Josué Teixeira
  • Friburguense: Afonso, Igor, Bruno, Willian e Flavinho; Luiz Felipe, Wellington (João Victor), Gleison e Ricardo; Thai (Gustavinho) e Léo Reis.
  • Técnico: Cadão

Resultados da 4ª rodada - Returno:

  • Cabofriense 2 x 1 Sampaio Corrêa, Correão
  • América 4 x 4 Friburguense, Giulite Coutinho
  • Americano 1 x 3 Nova Iguaçu, Antônio Medeiros

A tabela do Frizão – Turno

  • Nova Iguaçu 1 x 0 Friburguense, Laranjão
  • Friburguense 1 x 1 Americano, EduardoGuinle
  • Cabofriense 2 x 1 Friburguense, Correão
  • Friburguense 1 x 2 América, Eduardo Guinle
  • Friburguense 1 x 2 Sampaio Corrêa, Eduardo Guinle

Returno

  • Friburguense 0 x 1 Nova Iguaçu, Eduardo Guinle
  • Americano 2 x 1 Friburguense, Antônio Medeiros
  • Friburguense 2 x 5 Cabofriense, Eduardo Guinle
  • América 4 x 4 Friburguense, Giulite Coutinho
  • 20/fev - Sáb – 15h30 – Sampaio Corrêa x Friburguense, Lourival Gomes

Classificação – Seletiva

  • 1º – Nova Iguaçu, 22 pts
  • 2º – Cabofriense, 20 pts
  • 3º – Sampaio Corrêa, 11pts
  • 4º – Americano, 10 pts
  • 5º – América, 9 pts
  • 6º – Friburguense, 2 pts

A 5 ª rodada – Returno

  • 20/fev - Sáb – 15h30 – Sampaio Corrêa x Friburguense, Lourival Gomes
  • 20/fev - Sáb – 15h30 – Nova Iguaçu x Cabofriense, Laranjão
  • 20/fev - Sáb – 15h30 – América x Americano, Giulite Coutinho

 

LEIA MAIS

Tradicional time da Rua Bariri, no Rio, tenta se reerguer no cenário do futebol carioca

Tradicional equipe da Zona Norte do Rio pode voltar a ser adversária do Friburguense em 2022

Paduano é uma das equipes que seguem na briga pelo título e acesso

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol