N.F.F.C. completa 41 anos e programa série de comemorações

Clube que aniversaria nesta quarta mantém atividades de escolinha, futebol de base, feminino e futebol de mesa, entre outras
terça-feira, 15 de setembro de 2020
por Vinicius Gastin
Bachini e Juca: dupla gere os rumos do Nova Friburgo Futebol Clube, aniversariante desta quarta
Bachini e Juca: dupla gere os rumos do Nova Friburgo Futebol Clube, aniversariante desta quarta

Uma história que merece ser comemorada a cada ano, seja recordando os inúmeros capítulos gloriosos ou projetando o futuro cada vez mais real. O Nova Friburgo Futebol Clube completa 41 anos nesta quarta-feira, 16, e em tempos “normais”, uma grande celebração seria promovida pela instituição. Contudo, em tempos de pandemia, as comemorações serão feitas através das redes sociais.

De acordo com o conselho diretor do clube, vídeos serão exibidos nas redes sociais (Facebook, Instagram, YouTube e no site oficial), com o depoimento dos abnegados que fazem diariamente a história do clube. Ainda está prevista a realização de uma missa em ação de graças, marcada para acontecer no próximo domingo, 20,  às 18h30, na Paróquia de São Bento Abade, no bairro Ypu.

“Estou à frente do clube desde 2008 e participei ativamente da fusão entre o Friburgo F.C. e o Esperança F. C. Obedecendo uma tradição da minha família, que começou com o meu bisavô, avô, pai e agora estou na quarta geração do nosso clube”, comenta o presidente do conselho diretor, Luiz Fernando Bachini, reeleito no início deste ano para o biênio 2020-2021.

Também em depoimento ao site oficial do Nova Friburgo Futebol Clube, o presidente do conselho deliberativo, Carlos Arnaldo Bravo Berbert, o Juca, salienta os marcos históricos do clube e destaca a evolução do futebol amador da cidade.

“Depois dos antigos Friburgo e do Esperança ganharem mais de 40 títulos e terem a hegemonia do esporte em nossa cidade aconteceu a fusão e a criação do Nova Friburgo Futebol Clube. Na ocasião, participei como diretor administrativo da primeira diretoria da fusão. Estamos lutando muito desde o início até os dias atuais e contamos com uma equipe de abnegados para que possamos dar continuidade ao trabalho. Com muita garra iremos vencer todos os desafios”, projeta.

História se renova

Se o futebol profissional ainda é um projeto futuro em discussão, as divisões de base do Nova Friburgo seguem revelando talentos no futebol e rendendo conquistas ao clube. Atualmente as equipes ainda disputam competições, à exemplo da Copa Light, Copa Saf, campeonatos municipais e torneios regionais nas cidades de Cantagalo, Cordeiro, Cachoeiras de Macacu, Silva Jardim, Rio Bonito e entre outros. Além de jogos amistosos com equipes das cidades da Região Serrana e do Rio de Janeiro (Flamengo, Vasco e Fluminense).

“Iríamos disputar o Campeonato Metropolitano da Série Prata das categorias de base e a Escolinha iria participar do Campeonato Intermunicipal, mas devido a pandemia as competições foram canceladas. O trabalho que fazemos engloba atividades da Escolinha, categorias de base e futebol feminino. Somos um clube formador”, destaca o coordenador da escolinha, Thiago Martins.

O Nova Friburgo possui a sede social em local privilegiado no centro da cidade, na Rua José Eugênio Muller, e conta com um parque aquático, no distrito de Conselheiro Paulino. O espaço possui em sua estrutura, dentre outros equipamentos, piscina, sauna, restaurante e bar. Mesmo durante o fechamento, por conta da pandemia, a conservação manteve-se em dia, inclusive com pequenas reformas e reparos nestas estruturas.

Já o Centro de Treinamento, em terreno acoplado ao da parte social, é destinado para as atividades desenvolvidas pela escolinha, categorias de base e futebol feminino, além de, receber partidas dos campeonatos municipais (promovidos pela Liga Nova Friburgo de Desportos) e torneios estaduais.

O futmesa também é um trabalho desenvolvido pelo clube, e o botonista Jonas Kojala, um dos responsáveis pelo projeto, atualmente preside a modalidade dadinho na Federação de Futmesa do Estado do Rio de Janeiro.

Um pouco da trajetória

O Nova Friburgo Futebol Clube surgiu em 1979, como resultado da fusão entre o Friburgo Futebol Clube e Esperança Futebol Clube. As cores do uniforme foram a mistura dos pavilhões das duas agremiações (Friburgo e Esperança).

Entre as conquistas do clube estão o Campeonato Estadual Juvenil de 1988, campeão estadual da terceira divisão de profissionais, além da disputa do 8º Torneio Internacional, realizado na França, com a participação do Parma, Barcelona, Bayern de Munique, Benfica, entre outros.

A modalidade de futebol feminino, retomada recentemente pelo clube, conquistou diversos títulos em âmbito municipal e estadual e promoveu inúmeros jogos que atraíam grande número de torcedores. O clube ainda se destacou no voleibol feminino com conquistas do vice campeonato  estadual / interior do Estado do Rio de Janeiro na categoria juvenil.

O Nova Friburgo também sediou o Campeonato Brasileiro de Punhobol Feminino - categoria juvenil, com jogos realizados no estádio Raul Sertã, sede de Conselheiro Paulino e no clube Sociedade Esportiva Friburguense (SEF).

Para o futuro, o Nova Friburgo F.C. mantém os planos de concluir o Centro de Treinamento, em Conselheiro Paulino, até o final do sétimo mandato de Bachini. “A nossa pretensão é terminar o Centro de Treinamento, e estamos aguardando a indenização por parte da prefeitura, do que foi destruído à época do pós tragédia. A situação não foi sentenciada, e nós vemos isso com um pouco de preocupação. Pretendemos fazer um terceiro campo, e ao lado da futura Avenida Brasil, a Rua Dr. Mauro Salarini, temos a promessa de alguns deputados federais para construir um ginásio, juntamente com o Governo Federal”, disse Bachini.

No antigo estádio Raul Sertã, localizado na Rua José Eugênio Muller, no Centro, o aluguel recebido pelo estacionamento rotativo lá situado continua gerando receitas, mas há propostas em estudo para a concessão do terreno. A possibilidade de venda, entretanto, continua descartada.

LEIA MAIS

Tradicional time da Rua Bariri, no Rio, tenta se reerguer no cenário do futebol carioca

Tradicional equipe da Zona Norte do Rio pode voltar a ser adversária do Friburguense em 2022

Paduano é uma das equipes que seguem na briga pelo título e acesso

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol