Maioria dos clubes pequenos não receberá os grandes no Carioca 2021

Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco não devem subir a serra este ano
quarta-feira, 03 de março de 2021
por Vinicius Gastin
O Estádio Eduardo Guinle
O Estádio Eduardo Guinle

O torcedor de Nova Friburgo sempre se recorda com carinho dos tempos em que Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco subiam a serra, visitavam o Friburguense e proporcionavam momentos de maior proximidade entre ídolos e fãs da região. Essa, no entanto, é uma realidade que ficou no passado. Neste ano, a tendência é que o interior do Rio de Janeiro receba poucos duelos entre os chamados grandes e pequenos do Estado.

O Volta Redonda, que manda os jogos no Raulino de Oliveira, será o único que, a princípio, poderá abrigar um jogo desse porte. Na segunda rodada da Taça Guanabara, marcada para o primeiro fim de semana de março, o Esquadrão recebe o Vasco. Porém, esta não é a realidade para Resende, Macaé, Bangu e Nova Iguaçu nas primeiras rodadas do Estadual.

Até o momento, com os três primeiros compromissos de cada time já marcados e com sedes pré-definidas, nenhum desses clubes pode jogar em seu próprio estádio diante dos quatro grandes, mesmo sendo mandante. O Macaé, inclusive, escolheu o Eduardo Guinle para mandar as partidas enquanto o Moacyrzão não está liberado.

“Existem algumas variáveis. Quem detinha os direitos de transmissão vê toda a história pelo lado comercial. São vários atores que devem ser levados em conta. Antigamente, eles não tinham nenhuma influência na tabela e os grandes jogavam na Rua Bariri, em São Cristóvão, e isso tornava mais trabalhosa a missão dos grandes. Infelizmente, isso não é possível hoje porque o aspecto comercial tem um peso, a Polícia Militar tem um peso, o Ministério Público tem um peso” disse o presidente da FFERJ, Rubens Lopes, em entrevista recente ao programa “Os Donos da Bola” da TV Bandeirantes.

 

LEIA MAIS

Império Serrano também terá seu próprio time de futebol

Friburgo voltou a ter a modalidade regularmente, com treinos e participações em jogos e eventos

Derrota para Cabofriense, fora de casa, foi uma das poucas partidas sem ao menos uma polêmica envolvendo arbitragem

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol