Lives de atividades pedagógicas registram mais de 27 mil visualizações

Aula Magna foi proferida pelo renomado educador Leonardo Boff
sexta-feira, 07 de agosto de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
(Foto: Reprodução Internet)
(Foto: Reprodução Internet)

Na última terça-feira, 4, segundo dia de atividades pedagógicas não presenciais que marcam a retomada do ano letivo nas escolas da rede municipal de Nova Friburgo, já tinham sido registradas mais de 27 mil visualizações em todas as lives promovidas pela Secretaria Municipal de Educação (SME). Embora a estratégia principal da Secretaria seja a distribuição de material impresso (apostilas com conteúdo pedagógico para ser trabalhado com os alunos, em casa), o que deverá acontecer ainda na primeira quinzena deste mês, , desde a última segunda-feira, 3, atividades complementares estão sendo disponibilizadas para os alunos na internet, por diversos canais, e atendendo a públicos diversos da comunidade escolar.

A aula magna que marcou a retomada das atividades não presenciais nas escolas municipais de Nova Friburgo teve a participação on-line, através de uma live (transmissão ao vivo) do renomado teólogo, educador e escritor Leonardo Boff, por meio de parceria da SME e o Conselho Municipal de Educação (CME). O tema principal de sua explanação foi o amor e a interdependência, cuja abertura teve a presença virtual do prefeito Renato Bravo. A aula magna está disponível para quem se interessar, não somente para integrantes da rede municipal de ensino, nos canais ‘Educação de Nova Friburgo’ e ‘Educação e Cidadania’, ambos no YouTube. Pela palestra, a prefeitura investiu R$ 11.254,92, conforme publicação do Diário Oficial eletrônico do município.   

Nesta primeira semana, a programação foi elaborada pensando no acolhimento e na reconexão entre profissionais da educação, famílias e alunos. Além da aula magna, a segunda-feira contou com as lives: “Mini jornada com o SEAPp”: “Os sentidos do coração”; “Sonhos e projetos pós-pandemia”, com o professor Cláudio Pires Cardoso; “Era uma vez...Teatro de mesa”, com professores da Escola Municipal Cecília Meireles; e “EJA: Superando novos desafios”, com Marília Coelho, coach empresarial, e show com o professor de Artes, Fabrício Lima.

Na terça-feira, 4, foram transmitidas as lives “O Alfabeto”, com Rodrigo Guadagnini e Manoella Iezzi Guadagnini; seguida pela Escola Municipal Comunitária Vale de Luz, com o projeto “Mãos que trabalham: oficina de mandalas, olho de Deus”, com Paula Bonin. “Todas essas atividades já somaram mais de 27 mil visualizações, o que demonstra a expressiva participação da rede municipal de ensino no começo dessa nova forma de atuação de professores, alunos, diretores e da própria SME. Embora saibamos que muitos alunos dependerão do material impresso, a cultura de uma educação que se utiliza das ferramentas tecnológicas passa a se solidificar no ensino público também, o que já acontecia em outras redes, como a particular e superior”, relata o secretário de Educação, professor Marcelo Verly.

A programação das lives pode ser acompanhada por qualquer pessoa, não havendo restrição de acesso. Para isso, foram disponibilizados os seguintes canais no YouTube: Educação Nova Friburgo (https://bit.ly/2XffMvr); Educação e Cidadania (https://www.youtube.com/c/EducaçãoCidadania).

 

LEIA MAIS

Índice aponta o nível de qualidade da educação brasileira

Em Friburgo, aulas continuam suspensas até dia 30. Segundo o prefeito, retomada só acontecerá após a primeira semana que o município atingir bandeira verde

Investimento para beneficiar alunos sem acesso à internet será de R$ 82 milhões

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra