GP das Montanhas volta a movimentar o ciclismo neste domingo

Pistas da RJ-116 vão receber as bicicletas dos competidores em mais uma edição do evento
sexta-feira, 26 de novembro de 2021
por Vinicius Gastin
Prova é tradicional no calendário friburguense, e marca a retomada das competições de ciclismo (Foto: Hudson Malta)
Prova é tradicional no calendário friburguense, e marca a retomada das competições de ciclismo (Foto: Hudson Malta)

Chegou a hora de colocar os equipamentos, calibrar os pneus e colocar as bicicletas na pista. De fato, pedalar se tornou um novo hábito para muitos friburguenses durante os períodos mais críticos da pandemia, mas para os atletas acostumados a competirem no município, a ansiedade só terá fim neste domingo, 28. Uma das provas que geralmente compõem o calendário do ciclismo de Nova Friburgo e região, o GP das Montanhas terá largada às 9h30, em frente ao Fórum de Cachoeiras de Macacu, no quilômetro 39 da RJ-116, próximo ao pórtico da cidade.

A prova com cerca de 200 atletas inscritos, tem como ponto final o quilômetro 65 da mesma rodovia, no alto da Serra do Três Picos, em Theodoro de Oliveira, a 1.089 metros de altitude. Em 2019, quando aconteceu a última prova, o primeiro atleta a cruzar a linha de chegada fez o percurso em 55 minutos e 31 segundos. O organizador da competição, Orlando Miele destaca que o GP das Montanhas é uma das provas mais requisitadas do calendário nacional.

“Poucas provas no Brasil têm essa estrutura, a concessionária Rota 116 vai isolar toda a faixa da direita da rodovia para os competidores e temos 21 quilômetros de pista segregada com cones o que dá muito conforto e segurança para os atletas. Além disso, viaturas ficarão disponibilizadas em pontos estratégicos com o objetivo de orientar e prevenir qualquer incidente”, destaca.

A realização da edição 2021 do GP das Montanhas só foi possível devido a flexibilização das medidas de enfrentamento da Covid-19 por parte das prefeituras de Cachoeiras de Macacu e de Nova Friburgo e todos os protocolos de enfrentamento à pandemia estão sendo respeitados. Também é exigido o comprovante de vacinação de todos os atletas.

O evento reúne ciclistas amadores e alguns de renome no cenário nacional acostumados com outras grandes competições. Uma das presenças confirmadas é a de Paula Almeida (foto abaixo), de Campos dos Goytacazes, campeã da edição do GP de 2018, a última edição promovida pela Montanha Sports. A atleta também acumula, por exemplo, o título do Campeonato Brasileiro Master B 2021.

Outra presença importante confirmada é do atleta Urwalei Fonesi, o Vavá, campeão do GP nas edições de 2018 e 2019. Quem também vai marcar presença no GP são as equipes Targa Team e Elite Bike Rio, compostas por vários ciclistas de alto nível.

Todos os inscritos na edição do GP das Montanhas terão direito a um kit onde constará o numeral para a bike, camisa do evento e brindes a serem retirados na tenda do evento que estará montada no quilômetro 43 da RJ-116. A prova terá duração máxima de até cinco horas. De acordo com o regulamento, o competidor deve realizar o percurso completo da prova, passando por todos os pontos de controles (PCs). Caso não faça o percurso completo ou deixe de passar por algum ponto, o ciclista será desclassificado.

Ainda segundo as regras, é permitido aos ciclistas utilizar apenas uma bicicleta para percorrer o trajeto, independente do tipo ou modelo. O atleta pode prosseguir pelo percurso a pé, desde que a bicicleta esteja presente e seja carregada, arrastada ou empurrada pelo próprio. O capacete de ciclismo afivelado é obrigatório, e não será permitida a utilização de bicicletas com clipe de guidão (triathlon ou contra relógio).

A classificação da competição será obtida pela ordem de chegada dos competidores em suas respectivas categorias. Ao término da prova, tão logo a equipe de cronometragem apure os resultados finais com os oito primeiros colocados de cada categoria, os mesmos serão anunciados e afixados para avaliação dos atletas interessados.

A partir daí ficará aberto o prazo de 15 minutos para recursos contra o resultado. Passado o prazo, o mesmo será homologado pela organização e divulgado como oficial.

Estão previstas medalhas de finisher GP das Montanhas, somente para os atletas que completarem a prova, além de troféus para os cinco primeiros colocados de cada uma das categorias. São elas a Elite (19 a 29 anos ou critério técnico); Master A: 30 a 39 anos (nascidas de 1982 até 1991); Master B: 40 a 49 anos (nascidas de 1972 até 1981); Master C: 50 a 59 anos (nascidas de 1962 até 1971); Master D: 60 anos acima (nascidas até 1961 e anos anteriores); MTB Feminino (acima de 18 anos) e MTB Masculino Sub 45 (18 a 44 anos) e Over 45 (acima de 45 anos).

LEIA MAIS

Rei e Rainha das Montanhas em 2022 foram dois dos mais experientes e vitoriosos atletas inscritos

Subida da serra, totalizando 26km de pedalada, sendo 21 de subida, exige esforço e deve reunir 200 atletas

Evento este ano vai se concentrar em frente à prefeitura, com largada na manhã deste domingo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: ciclismo