Golpes aumentam cada dia mais na cidade

Uma aposentada entregou todos os cartões para o estelionatário e até mesmo o seu smartphone, depois dele afirmar que o aparelho estava hackeado
quinta-feira, 27 de maio de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Golpes aumentam cada dia mais na cidade

Os golpistas não param de fazer vítimas em Nova Friburgo. Depois de a polícia estar mobilizada para identificar estelionatários, que, inclusive, tem tentado fazer falsas cobranças a assinantes de A VOZ DA SERRA, na manhã desta quinta-feira, 27, a aposentada Maria da Penha, de 77 anos, procurou a redação do jornal para relatar que sofreu um golpe - que por sinal, foi muito bem organizado. A aposentada contou que no último dia 19, uma suposta atendente de uma operadora de cartões de crédito ligou para ela informando que houve uma tentativa de compra com o cartão dela em São Paulo. 

“Retornei, então, a ligação para o 0800 da operadora, mas os golpistas pelo visto já estavam na linha - acho que a chamada já estava interceptada, não consigo explicar o que aconteceu”, esclarece Maria. Segundo Maria da Penha, a suposta atendente falou para ela escrever uma carta de próprio punho autorizando a polícia a fiscalizar seus cartões. A ‘funcionária’ também avisou para a aposentada que um funcionário, chamado Júlio César, da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) compareceria na casa dela para buscar os cartões. 

“A atendente ficou na linha comigo até o suposto funcionário da Febraban chegar. Ela ainda me informou um código, que era uma sequência de números, que deveria ser informado por esse funcionário, para confirmar que era ele mesmo”, explicou a aposentada. Com isso, ela entregou todos os cartões para o estelionatário e até mesmo o seu smartphone, já que o mesmo disse que o aparelho poderia estar hackeado (que o aparelho foi invadido). 

Maria da Penha ainda alega que foram retirados R$ 1.500 de um banco  e R$ 2 mil de outro. Após ir aos bancos e bloquear os cartões, ir na operadora telefônica para bloquear o celular, ela compareceu na delegacia no dia seguinte para registrar ocorrência. “Os R$ 1.500 de um banco já foram ressarcidos. Em um dos bancos, o gerente falou que já foram registrados na agência uns 16 casos parecidos com o meu. Deve ser uma quadrilha grande e muito bem organizada que está atuando em Nova Friburgo”, disse. 

E não acaba por aqui: a aposentada informou que os bandidos continuam usando o WhatsApp dela e se comunicando com conhecidos dela pedindo dinheiro. “Eu bloqueei meu número na operadora mas eles continuam utilizando o Whatsapp do meu celular. Já tentei cancelar o acesso do aplicativo pelo computador mas não obtive sucesso”, informou.   

Um preso em flagrante 

A 151ªDP de Nova Friburgo solicitou à população informações em relação a um homem em suas redes sociais. O rapaz que está envolvido em crimes de estelionato contra idosos, com a retirada de senhas e cartões bancários, se identificando falsamente como representante de administradoras de cartões, foi preso em flagrante delito por policiais da 151ªDP na tarde da última quarta-feira, 26. O estelionatário estava hospedado em um hotel no centro da cidade. No quarto onde ele estava foram encontradas várias máquinas de cartão. A 151ª DP solicita que as vítimas compareçam à delegacia para o reconhecimento formal do autor do crime. Qualquer informação deve ser repassada para a Delegacia Legal através do telefone (22) 99292-1656. 

(Foto: 151ªDP)

Golpe MEI Sebrae

Atenção, microempreendedores individuais (MEIs), tem golpe novo na praça! Trata-se do site fraudulento “sebraemei.org”, que, usando de má fé, oferece um falso cadastro para um 'Auxílio Empreendedor', que não existe. Por isso, o Sebrae reforça: Caso você receba qualquer mensagem por e-mail / SMS / WhatsApp em nome do Sebrae, solicitando dados, pagamento, confirmação ou código via SMS, ignore. São golpes envolvendo a marca, que já estão sendo apurados pela polícia. Se tiver dúvidas, entre em contato com o Sebrae pelos canais oficiais. 

Importante: como ativar a verificação em duas etapas no WhatsApp

Para evitar golpes através do aplicativo de mensagens WhatsApp, siga esse passo a passo indicado para adicionar mais uma camada de proteção ao mensageiro: 

  • Abra o WhatsApp através do seu celular e selecione o item "Configurações"; 
  • Feito isso, toque sobre “Conta” e selecione a opção “Confirmação em duas etapas”;
  • Na tela seguinte, clique em “Ativar” para começar a configurar o recurso; 
  • Você deverá criar uma senha de seis dígitos (PIN) e confirmá-la na aba seguinte;
  • Insira e confirme um endereço de e-mail para recuperar o código PIN, caso você esqueça-o no futuro;
  • A partir desse momento, a confirmação em duas etapas está ativada no WhatsApp, portanto, clique em “OK” no canto inferior para poder prosseguir;
  • Caso queira desativar o recurso, alterar o PIN ou o e-mail cadastrados, acesse novamente a aba de “Confirmação em duas etapas”; 
  • Pronto! Agora você pode ativar a confirmação em duas etapas do WhatsApp e adicionar mais uma camada de proteção ao mensageiro. 

 

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: