Frizão perde para o América e está fora da Copa Rio

Tricolor precisava da vitória em Nova Friburgo para seguir na competição
quinta-feira, 02 de setembro de 2021
por Vinicius Gastin
Garotos do Friburguense lutaram bastante, mas não conseguiram reverter a desvantagem
Garotos do Friburguense lutaram bastante, mas não conseguiram reverter a desvantagem

O Friburguense precisava buscar o resultado. Repleto de garotos, de fato valentes e comprometidos, diante de um adversário mais experiente. E que poderia perder por um gol de diferença no estádio Eduardo Guinle. O Frizão foi valente, e depois de sair atrás do marcador, no primeiro tempo, buscou o empate na etapa final com o jovem João, estreante entre os profissionais. Nos últimos instantes da partida, aos 47, já com o Frizão atirado ao ataque, Vandinho fez o 2 a 1 e definiu o placar na tarde de quarta-feira, 1º.      

Sem a conquista do acesso na Série A2, apesar da ótima campanha, e com a eliminação nas oitavas de final da Copa Rio, o Friburguense encerra a temporada profissional em 2021. Eis o problema que se arrasta pelas últimas temporadas: a falta de calendário, dificultando a montagem de um planejamento, a manutenção de atividades e até mesmo a busca por apoio financeiro. A não ser por um fato novo ou mudança de calendário – com base nos últimos anos -, o Tricolor da Serra só deve voltar a disputar um jogo oficial em meados do primeiro semestre de 2022.

O jogo

Uma missão a altura da campanha feita pelos meninos da base do Friburguense na Série A2 do Campeonato Carioca da categoria. Reverter a desvantagem, vencendo por pelo menos dois gols de diferença para forçar as penalidades, não seria simples diante do experiente e tradicional América. Sem Neto, mas com Léo Assis, o Tricolor da Serra entrou em campo disposto a esticar um pouco mais o seu calendário de compromissos profissionais em 2021.

Logo no primeiro minuto, Mirral arriscou de muito longe, e indicou que o time comandado por Cadão tentaria, ao menos, ser mais efetivo e arisco na comparação com o jogo do Giulite Coutinho. Postado para contra atacar, o Mecão ameaçou duas vezes com Patrick: primeiro em bola cabeceada sem direção, no primeiro pau, após cobrança de escanteio, e depois com a bola dominada na grande área, sendo travado por Cristopher no momento do chute.

Apesar da postura correta para quem precisava marcar gols em Nova Friburgo, o Tricolor esbarrava no pecado dos erros no terço final do campo. Seja por ansiedade ou pela boa marcação do América, Lucas Sales e Allan não recebiam em condições ideais para finalizar. Nas duas melhores possibilidades até os 20 minutos, o impedimento acabou sendo assinalado. Em posição legal estava Lucão aos 24, para completar bola escorada pelo alto e abrir o marcador para os visitantes no Eduardo Guinle.

Enquanto a bola parada seguia como aposta de maior perigo a favor do América, que quase marcou o segundo a partir de uma falta aos 31 minutos, com a finalização de Naylhor, o Friburguense passou a explorar mais o lado direito e as subidas de Igor Gomes. A equipe rubra se posicionou bem na defesa, e conseguiu bloquear praticamente todas as tentativas do Tricolor até o intervalo. Aos 43, Ricardinho tentou duas vezes da entrada da área, em ambas, foi travado pela marcação.

Segundo tempo

Se o América promoveu duas alterações no intervalo, o Friburguense apostou na manutenção da equipe para buscar, no mínimo, três gols em 45 minutos. O panorama pouco mudou nos instantes iniciais: o time visitante, fechado, espetava alguns contra golpes vez ou outra, e era mais perigoso na bola parada. O Tricolor, por sua vez, não conseguia ser criativo o suficiente para ameaçar a meta de Luís Henrique. O goleiro rubro, de fato, era praticamente espectador desde o apito inicial.

O tempo foi passando, e o relógio, adversário a mais do Friburguense no confronto, foi implacável. Obviamente, é preciso elogiar a luta e valentia dos garotos da base. O empate foi conquistado aos 34 minutos com o gol de João, tocando na saída de Luís Henrique. Vandinho, aos 47 minutos, já com o Frizão atirado ao ataque em busca da virada, fez o gol da vitória visitante. Há futuro sim, e boas possibilidades de buscar o retorno à Série A1 do Campeonato Carioca na próxima temporada.

Demais confrontos

Na última quarta-feira, 1º, a bola rolou para cinco confrontos de volta das oitavas de final da Copa Rio. Além do América, Maricá, Madureira, Pérolas Negras e Macaé garantiram a classificação das quartas de final da competição. No domingo, 5, Resende x Campo Grande se enfrentam e, na próxima semana, as oitavas de final serão fechadas, com as partidas de volta entre Volta Redonda x Sampaio Corrêa e Boavista x Americano. Deste último duelo sairá o adversário do América.

 

 

Ficha Técnica

Friburguense 1 x 2 América

Copa Rio 2021

Oitavas de final - Jogo de Volta

01/09/2021- 15h

Estádio Eduardo Guinle, Nova Friburgo-RJ

Árbitro: Pedro Goulart Martins

Assistentes: Thais Fonseca e Dyego Giannini Ram

 

Friburguense: Afonso, Igor Gomes, Jhonata, Cris e Barrozo; Murilo, Mirral (João), Léo Assis e Ricardinho; Lucas Sales e Alan.

Técnico: Cadão

América: Luis Henrique, Knupp, Lucão, Naylhor (Admilton) e Marquinho; Caio (Paulo Henrique), Anderson Künzel (Teteu), Agú e Diego (Geovane); Jones Carioca e Patrick (Wandinho).

Técnico: Josué Teixeira

 

LEIA MAIS

Time de Olaria vem se consolidando com uma das forças do futebol amador friburguense nos últimos anos

Trabalho com jovens vem rendendo bons frutos ao Friburguense nos últimos anos

Já Serrano, de Petrópolis, decide título do primeiro turno da Série B1

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol