Friburgo pode ter hoje mais de cinco mil infectados reais por Covid-19

Dos mais de 10 mil casos registrados desde o início da pandemia, é preciso subtrair óbitos e pacientes recuperados
quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Movimento nas ruas da cidade em plena pandemia (Foto: Henrique Pinheiro)
Movimento nas ruas da cidade em plena pandemia (Foto: Henrique Pinheiro)

 

Durante toda a pandemia, a Prefeitura de Nova Friburgo tem divulgado boletins com números atualizados do total de pacientes acometidos pela Covid-19. Tendo como base esses dados, é possível estimar quantas pessoas estão, de fato, infectadas atualmente no município. Segundo a prefeitura, até a noite desta quarta-feira, 24, por exemplo, Nova Friburgo, por exemplo, registrou 10.135 casos confirmados e 301 mortes pelo vírus. No entanto, subtraindo-se os óbitos e o número de pacientes curados, pode-se afirmar que o número de pessoas que estão realmente com o vírus em Nova Friburgo é 5.274.

É importante frisar que esse número tem como base as informações divulgadas pela prefeitura que reconhece o não acompanhamento de todos os casos positivos, uma vez que muitas pessoas se recuperam da Covid-19 em casa. Em diversas oportunidades o município informou também que conta com a compreensão dos pacientes positivados para que evitem circular em ambientes públicos, façam o isolamento social e tomem os devidos cuidados para não transmitir o vírus, apesar de também reconhecer que não há como fiscalizar todas essas pessoas.

Chegada a mais de 300 mortos aproxima Friburgo de previsão preocupante

Em oito meses da pandemia, Nova Friburgo somou 200 mortes pelo coronavírus e em apenas dois meses, foram praticamente mais cem mortes. Em abril de 2020, um mês após ser decretada a pandemia, membros da prefeitura participaram de uma reunião do Conselho de Secretarias Municipais da Saúde do Rio de Janeiro (Cosems-RJ). Após a reunião com membros da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), dentre os assuntos discutidos, foram apresentados em gráficos um prognóstico do avanço da doença nas regiões fluminenses.

Segundo o ex-secretário municipal de Saúde de Nova Friburgo, Marcelo Braune, o então secretário estadual de Saúde, Edmar Santos, informou que havia, naquela ocasião, uma estimativa de quase duas mil mortes por Covid-19 na Região Serrana, sendo cerca de 400 somente em Nova Friburgo. Esta estimativa é quase o número oficial de mortos registrado na tragédia climática de 2011, que contabilizou 442 vítimas fatais – dados por muitos questionados.

Na época, o anúncio da perspectiva do número de mortos pela Covid-19 em Nova Friburgo trouxe ao mesmo tempo perplexidade, temor e desconfiança. No entanto, diante do avanço da doença no município, do aumento considerável de mortes e da incerteza de quanto tempo mais deve durar a pandemia no país, o dado agora é visto como próximo a uma realidade.

 

LEIA MAIS

Profissionais fazem apelos nas redes sociais e prefeitura confirma situação crítica

Do total agora de 110 vagas, 94 estavam ocupadas, contra 69 na véspera, de um total de 93. Novos casos chegam a 256 em 24h

Dos 50 leitos disponíveis em toda a cidade, 49 estão ocupados. Deputado pede ajuda das Forças Armadas e Raul Sertã ganha nova ala Covid

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra