Família de motociclista morto contesta “suspeita de Covid-19”

Segundo o Hospital Raul Sertã, tomografia teria indicado “imagem de vidro fosco”, o que costuma acontecer também em pacientes vítimas do coronavírus
terça-feira, 05 de maio de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Família de motociclista morto contesta “suspeita de Covid-19”

A morte de um jovem após sofrer um acidente de moto na noite do último domingo, 3, causou comoção e polêmica em Nova Friburgo nesta segunda-feira, 4. Isso porque ele foi socorrido com vida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Municipal Raul Sertã, mas não resistiu.

O que causou estranheza é que o laudo da morte apontou trauma de crânio e suspeita de Covid-19, o que contrariou a família da vítima, que contestou a causa da morte e não queria velar a vítima com o caixão lacrado, procedimento adotado em casos de morte por suspeita ou confirmação do novo coronavírus.

A direção do Raul Sertã informou que o jovem foi submetido a uma tomografia, que teria indicado “imagem de vidro fosco”, o que costuma acontecer também em pacientes vítimas do Covid-19, mas que também pode ter sido ocasionado por conta do acidente. Após constatada a morte da vítima, a médica responsável pelo atendimento entendeu que seria arriscado realizar o velório com o caixão aberto.

A direção do Raul Sertã confirmou que, por se tratar de uma morte violenta, o corpo do jovem deveria ter sido encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), o que só ocorreu depois da polêmica. A VOZ DA SERRA entrou em contato com a prefeitura em busca de mais detalhes sobre o caso, no entanto, “a Secretaria de Saúde de Nova Friburgo informou que está apurando o caso e, tão logo tenha mais informações a respeito, fará a divulgação”. 

 

LEIA MAIS

Novos leitos no Raul Sertã ajudam, mas taxa de ocupação tem ligeiro aumento

Há vários anos data vem sendo antecipada em Friburgo de outubro para a terceira segunda-feira de agosto

Funcionamento no último sábado foi excepcional devido ao Dia dos Pais

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra