Estradas ganham sinalização de alerta contra o abandono de animais

Campanha educativa tem objetivo de coibir maus-tratos e incentivar adoção
sexta-feira, 03 de setembro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Foto: Philippe Lima
Foto: Philippe Lima

“Abandono de animais é crime” e “A cada minuto animais são abandonados. Mude esse destino. Adote!”. Mensagens de alerta como essas começaram a ser instaladas nesta semana na Via Lagos, principal acesso aos municípios da Região dos Lagos para quem vem da região metropolitana, e se a iniciativa der certo, provavelmente serão instaladas também em outras estradas estaduais. A iniciativa é da Secretaria estadual de Agricultura, Pecuária, Pesca e Abastecimento, responsável pelas políticas públicas de Proteção e Bem Estar Animal (RJPet) e tem o objetivo de coibir que animais sejam “descartados” às margens das rodovias e também incentivar a adoção.

“Essa é uma campanha muito importante. Além de conscientizar contra o abandono e os maus-tratos, crimes muito graves, ela também estimula a adoção dos animais”, afirmou o governador Cláudio Castro. O secretário de Agricultura, Marcelo Queiroz, destacou que a Via Lagos tem registrado um grande número de abandono de animais domésticos. O mesmo tem sido observado em outras estradas estaduais na Região Serrana.

“Estamos nos mobilizando, tivemos encontros com as polícias Rodoviária Federal, Civil e Militar para atuarmos com rigor em casos de abandono de animais em rodovias. É importante lembrar que quem abandona um animal é um criminoso, pois o bichinho geralmente fica desnorteado em meio ao fluxo de trânsito intenso e, em muitos casos, acaba morrendo atropelado, frisou o secretário.

Há pouco mais de um mês, Queiroz vivenciou esse problema. Ele passava de carro pela Via Lagos de madrugada, quando viu um cachorro desnorteado no meio da pista. O secretário resgatou o animal e o levou para casa. Dias depois, o cãozinho foi adotado e ganhou uma família. “É importante ressaltar que a Lei de Proteção Animal está mais rigorosa, com pena de até cinco anos de reclusão”, acrescentou Queiroz.

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e do Instituto Pet Brasil, de agosto do ano passado, apontaram que o estado do Rio tinha cerca de 3,4 milhões de animais abandonados. Com a pandemia, estima-se que houve um aumento de cerca de 40%. Por isso, de acordo com o secretário, a intenção é instalar as placas educativas em todas as estradas do estado.

A RJPet é uma subsecretaria que visa, além da realização de ações de incentivo à adoção, promover medidas de conscientização, dar suporte no controle, prevenção e erradicação de doenças, apoiar programas e projetos de defesa e bem-estar de animais, bem como incentivar a posse responsável.

Em Friburgo, vereadores apresentam projetos para o bem-estar animal

Foram incluídas na pauta da sessão ordinária da Câmara Municipal de Nova Friburgo desta quinta-feira, 2, alguns projetos de lei que visam o bem-estar animal. O primeiro dispõe sobre o direito do cidadão em fornecer, em espaços públicos, alimentos e água aos animais em situação de rua. Já o segundo estabelece a obrigatoriedade dos estabelecimentos veterinários de, quando constatarem indícios de maus tratos aos animais atendidos, comunicar o fato à Polícia Judiciária. Ambos de autoria do vereador Isaque Demani (PP). O terceiro projeto de lei é de autoria do presidente da Câmara, vereador Wellington Moreira (PSL), dispõe sobre a obrigatoriedade de prestar socorro aos animais atropelados nas vias do município.

 

LEIA MAIS

Declarações de um “pai” e uma “mãe” apaixonados por pets

Ação acontecerá em parceria com os abrigos e grupos de proteção animal da cidade

Cartaz que cita até Gandhi orienta guardas a não enxotá-los: "Serão providenciadas casinhas e água fresca"

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: pets