Em Friburgo, 30% dos imunizados ainda estão sem certificado de vacinação

Cerca de 58 mil pessoas ainda não entraram no sistema como vacinadas, mesmo após receberem doses
sexta-feira, 03 de setembro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Em Friburgo, 30% dos imunizados ainda estão sem certificado de vacinação

Aproximadamente 58 mil friburguenses que receberam a vacina contra Covid-19 continuam sem ter a aplicação cadastrada no sistema oficial do governo federal, informa Wanderson Nogueira na coluna "Observatório". Cruzando os dados divulgados pela própria prefeitura, isso quer dizer que 30% dos imunizados não tiveram o cadastro de sua vacina digitalizado, já que por aqui se anota numa folha para só depois ir para o sistema digital.

Um avanço, já que esse número chegou a ser de 60%. Portanto, diminuiu pela metade, depois das seguidas reclamações e do ultimato do governo do estado -  que a prefeitura prefere chamar de orientação.

Pelo menos 138.669 dos 197.118 imunizados no total estavam no sistema até o fechamento desta coluna. Mas ainda é uma condição incômoda, principalmente para quem ainda não teve a sorte de entrar no sistema como vacinado.

Uma preocupação para quem tem viagem marcada ou planeja ir para o exterior. Mas uma preocupação de todos com o anúncio de passaporte de vacina em várias cidades brasileiras. Pelo Estado do Rio de Janeiro, além da capital, Araruama e Niterói já anunciam a necessidade do documento na plataforma SUS para frequentar diversos espaços já neste mês.     

Essa obrigação da apresentação de comprovação de vacinação pode restringir muitos friburguenses, portanto, em lugares que estão acostumados a ir. Na capital, a medida já elevou em 40% a vacinação dos grupos que já eram para ter se imunizado. A Secretaria de Saúde do Rio vê como único fator nesse aumento a obrigação de mostrar o comprovante de vacinação.

Aqui em Nova Friburgo não se vê qualquer movimentação no sentido de cobrar tal passaporte. A prefeitura não tem como cobrar algo em que ela não conseguiu cumprir: colocar na plataforma do SUS absolutamente todos os imunizados em tempo real ou próximo de. Fato é que a medida de cobrar passaporte de vacina, ainda que possa soar controverso, tem tido efeitos positivos em outros países e já aqui pelo Brasil.

Por falar no assunto, uma grande rede de cinema está dando 90% de desconto no ingresso para filmes a todos que comprovarem, pela plataforma SUS, que se vacinaram. Além de ser uma iniciativa simpática para incentivar a imunização é também uma grande jogada de marketing para atrair público para as salas de cinema. Os cinemas ainda são um dos mais afetados pela pandemia. As salas continuam vazias ou até sem público em inúmeras sessões.

Certificado de Vacinação pode ser emitido pela internet

As pessoas que completaram a imunização contra o coronavírus já podem emitir o Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 pelo site ou aplicativo ConecteSUS.Ainda não existe, no entanto, uma regulação internacional sobre certificados de vacinação contra a Covid-19, mas alguns países aceitam o documento brasileiro para comprovar a imunização, como a Espanha, por exemplo.

Disponível em português, inglês e espanhol, o documento traz informações sobre a pessoa vacinada, doses aplicadas e códigos de autenticação, e pode ser impresso ou salvo em formato digital. Após a pessoa tomar a segunda dose ou a dose única, o estado ou o município onde as aplicações foram feitas devem informar à Rede Nacional de Dados em Saúde. As informações são atualizadas na Carteira de Vacinação Digital, na qual é liberado um campo para emissão do comprovante.

O ConecteSUS para celular está disponível na galeria do portal Gov.br e nas principais lojas de aplicativos. Na internet, o endereço do site é (conectesus.saude.gov.br). Para acessar, é preciso ter login cadastrado na plataforma gov.br com o próprio CPF. O Certificado Nacional de Vacinação é um dos serviços digitalizados pelo Governo Federal. Segundo o Ministério da Economia, mais de três mil já foram transformados em digitais, sendo 800 durante a pandemia de Covid-19.

Em Nova Friburgo, muitos cidadãos que já receberam as duas doses da vacina relatam dificuldades para baixar ou acessar o Conecte SUS e obter o certificado de vacinação que será necessário para o acesso a localidades turíesticas e espaços diversos. No estado do Rio, além da capital, a partir do próximo dia 15, as prefeituras de Niterói e Araruama, na Região dos Lagos, irão exigir o certificado para turistas. (Com informações da Agência Brasil)   

 

LEIA MAIS

No Brasil, estima-se que existam 920 mil pessoas vivendo com o virus HIV

Será aplicada a primeira dose em adolescentes a partir de 12 anos e em adultos a partir dos 18

Desde o início da campanha, 84% das doses recebidas pela prefeitura foram utilizadas em Friburgo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra