Dicas para aproveitar a maratona carnavalesca e como se recuperar na pós-folia

Para garantir um bom desempenho do nosso organismo, algumas precauções devem ser tomadas
sábado, 14 de maio de 2022
por Jornal A Voz da Serra
Dicas para aproveitar a maratona carnavalesca e como se recuperar na pós-folia

O carnaval é uma prova de resistência e para curtir ao máximo é preciso estar com o condicionamento físico em dia. "Carnaval é uma atividade física de moderada a alta intensidade. É importante ter conhecimento do seu nível de condicionamento físico", alertam os especialistas.

Muitos foliões são pessoas sedentárias que não possuem uma rotina constante e regular de atividades físicas necessárias para suportar o desgaste, sem falar nos excessos alimentares, ingestão de bebidas alcoólicas e noites em claro. 

"A falta de preparo físico pode comprometer a saúde e ocasionar lesões. É importante respeitar os limites do corpo. Os abusos causam aumento da fadiga que pode levar a baixa da imunidade, irritabilidade, mau humor e desidratação, sensações que não combinam com esse momento de alegria e divertimento", afirmam.

Hidratação e alimentação

Mesmo quando o carnaval acontece fora de época, como no momento em Nova Friburgo, com baixas temperaturas, em pleno outono, dançar e pular aumenta a temperatura corporal e a combinação desses fatores com ingestão de bebidas alcoólicas podem provocar desidratação. 

"A falta de água no organismo pode causar câimbras, perda de coordenação e redução da performance. A água ajuda a manter o equilíbrio dos ácidos, regula a pressão sanguínea, controla a temperatura do corpo e ajuda a eliminar as impurezas. É importante beber muita água, sucos de frutas, água de coco. A ingestão de água também ajuda a combater os sintomas da ressaca, dor de cabeça e o famoso mal-estar do dia seguinte", alertam.

Durante o dia, convém fazer todas as refeições (café da manhã, almoço, jantar e lanches intermediários) com alimentos leves e ricos em carboidratos, como pães integrais, massas com legumes, carnes magras e verduras. A ingestão de frutas ricas em água também é recomendada.

Sono

Carnaval é sinônimo de diversão, alegria e descontração, mas para garantir um bom desempenho do nosso organismo, algumas precauções devem ser tomadas para que a privação do sono não atinja seu pico de estresse. Para especialistas, uma noite de sono plena exige um ambiente sem barulho e sem luz, uma vez que a luminosidade altera ciclos biológicos, principalmente as produções de cortisol e melatonina. Para ter a sensação de descanso, o ideal é dormir oito horas por noite.

Cuidados pós-carnaval

Encerrada a maratona carnavalesca, que esse ano, excepcionalmente não tem uma Quarta-feira de Cinzas, voltar à rotina exige disciplina. Se você é desses foliões mais “animados”, essa tarefa pode ser mais difícil, já que muita gente exagera, seja nas comidas gordurosas, bebidas alcoólicas ou nas horas não dormidas. Nosso corpo precisa de cuidados depois desses excessos para voltar a funcionar normalmente e aqui vão algumas dicas:

Primeiro, comece regularizando a alimentação. Depois de quatro dias de exageros nosso corpo está cheio de toxinas e precisa ser desintoxicado. É importante optar por pratos leves nas refeições, comer em pequenas quantidades e se alimentar mais vezes durante o dia.

No café da manhã prefira leite desnatado, pães ou cerais, queijo, iogurte e frutas. Já na hora do almoço a pedida certa é carne, peixe assado, grelhado, e uma boa salada de folhas verdes. No jantar coma carboidratos de menor teor calórico como batata doce e mandioca. O importante é comer a cada três horas e entre as refeições principais você deve lanchar frutas e iogurte.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: