Crimes violentos caíram no estado, mas não em Friburgo

Homicídios dolosos e roubos e lesões corporais seguidos de morte tiveram menor número dos últimos 20 anos, segundo o ISP-RJ
terça-feira, 04 de fevereiro de 2020
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Crimes violentos caíram no estado, mas não em Friburgo

De acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), os crimes violentos letais intencionais – que incluem homicídio doloso (quando há intenção de matar), roubo seguido de morte e lesão corporal seguida de morte – registraram queda de 20% em 2019 no Estado do Rio de Janeiro. Foram 4.154 vítimas em 2019 contra 5.180 em 2018. Este foi o menor número nos últimos 20 anos. Na comparação mensal com dezembro de 2018, o recuo foi de 7%.

O município de Nova Friburgo, registrou, de janeiro a dezembro do ano passado, 22 casos de crimes violentos letais intencionais, um a mais do que o mesmo período de 2018, portanto, um aumento de 4,8%. Se filtrarmos ainda mais as estatísticas apenas para as ocorrências de homicídios dolosos, o aumento foi maior, de 29,4%, saltando de 17 casos em 2018 para 22 registros em 2019. Uma realidade diferente da observada no Estado do Rio como um todo, que registrou queda de 19% em 2019 em homicídios dolosos, quando comparados com o ano de 2018. Foram 3.995 vítimas no ano passado e 4.950 em 2018. Esse é o menor número de vítimas para o acumulado do ano desde o início da série histórica, em 1991.

Outros números 

Os roubos seguidos de morte (latrocínio) registraram redução de 34% entre janeiro e dezembro de 2019, quando comparado com o mesmo período de 2018. Em 2019, foram 115 vítimas, a menor quantidade para o período desde 1991. Em Nova Friburgo, não houve nenhum caso de latrocínio em 2019, contra apenas um ocorrido em 2018.

Já as mortes por intervenção de agentes do Estado apresentou um aumento de 18%, em comparação a 2018. O índice também apresentou um grande salto (200%) em Nova Friburgo na comparação entre 2018 e 2019. Enquanto no ano passado foram registrados seis casos, em 2018 foram apenas dois. 

Nos roubos de carga, a diminuição foi de 19% em relação a 2018. Foram 7.455 casos no ano passado contra 9.182 em 2018. Em Nova Friburgo foram sete casos em 2018 e oito em 2019, um aumento de 14,3%.

No mesmo período, os roubos de rua (soma de roubo a transeunte, roubo de aparelho celular e roubo em coletivo) caíram 8% em relação a 2018, de 130.620 roubos para 120.456 em 2019 – menos 10.164 roubos. Esse mesmo índice também teve queda em Nova Friburgo no período. Foram 144 casos em 2018 contra 136 em 2019, uma redução de 5,6%.

LEIA AQUI A ENTREVISTA DO NOVO COMANDANTE DO BATALHÃO DE FRIBURGO

LEIA MAIS

Tenente-coronel Soliva faz balanço positivo do primeiro semestre à frente do 11º BPM: redução de roubos chega a 86%

Escolha de Gericinó, no Rio, e Volta Redonda para abrigar as primeiras unidades gerou especulações

Centro Integrado de Comando e Controle receberá imagens de câmeras direcionadas para vias públicas

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Segurança