Comitê Olímpico do Brasil é destaque no pódio em alcance digital

Cresce expectativa pelas Olimpíadas, e com ela, a busca por informações sobre os jogos
quarta-feira, 31 de março de 2021
por Vinicius Gastin
Redes sociais do Comitê Brasileiro experimentam grande crescimento nos últimos anos
Redes sociais do Comitê Brasileiro experimentam grande crescimento nos últimos anos

A expectativa pela realização das Olimpíadas de Tóquio cresce, e Nova Friburgo, por exemplo, torce para assistir Jhennifer Alves e Françoise Chevrand competindo nas provas de natação e tiro com arco, respectivamente. Além das páginas de A VOZ DA SERRA, os friburguenses têm acompanhado todo o processo de preparação também pelas redes sociais diversas do jornal, em franca expansão em termos de conteúdo e qualidade.

Essa interatividade segue uma tendência em todo o Brasil e mundo, que têm utilizado essas ferramentas para acompanhar os preparativos da 32ª edição dos Jogos Olímpicos. Neste contexto, o Ibope Repucom apresentou o ranking digital de Comitês Olímpicos Nacionais, um levantamento com o alcance digital dos 30 países com o maior acumulado de medalhas em Jogos Olímpicos de Verão nas últimas cinco edições (2000-2016).

Em valores absolutos, as entidades possuem, juntos, 22,7 milhões de inscritos nas cinco plataformas digitais analisadas (Facebook, Twitter, Instagram, YouTube e TikTok). O Facebook concentra o maior volume, com 56% de participação no acumulado total de inscrições, seguido por Twitter (23%), Instagram (12%), TikTok (7%) e YouTube (2%).

Facebook e Instagram lideram na quantidade de contas, com 90% de presença entre os 30 países analisados. O TikTok é a plataforma com o menor número de contas, adotado por apenas sete organizações até o momento. Vale destacar que comitês olímpicos de três países (China, Cuba e Etiópia) não possuem conta em nenhuma destas plataformas.

As organizações nacionais com o maior número de inscritos no acumulado entre as plataformas digitais são respectivamente: Estados Unidos (8,5 milhões de inscritos), Brasil (3 milhões), Grã-Bretanha (2,8 milhões), Canadá (1,9 milhão) e Japão (1,2 milhão). Os Estados Unidos lideram o ranking, representando 38% de participação no volume total de seguidores. Os 8,5 milhões de inscritos são quase três vezes o total de seguidores nas contas do COB (Comitê Olímpico do Brasil), segundo colocado no ranking global.

Os EUA lideram em todas as plataformas digitais, com destaque para seu perfil no TikTok, cujo volume de seguidores supera o próprio perfil dos Jogos Olímpicos. O “Team USA” também é o líder em número de medalhas no recorte, com 149 medalhas a mais que a China.

O Brasil, sede da última Olimpíada de Verão, figura na segunda colocação, com valor próximo à marca de três milhões de inscritos no acumulado e também com a vice-liderança no número de seguidores no Facebook e TikTok. O Facebook domina o número de inscritos do país, com 77% do volume total de inscritos. Destaque para a atuação digital do “Time Brasil”, que apesar de estar em 17º no ranking de medalhas, supera os países de maior tradição e desempenho olímpico nas plataformas digitais.

A Grã-Bretanha, que sediou os jogos de 2012, aparece na terceira colocação do ranking com 2,8 milhões de inscritos em suas plataformas, o que sugere que (assim como o Brasil), o alto interesse também seja legado dos jogos na última década. Destaca-se o Twitter do “Team GB”, vice-líder na plataforma atrás apenas dos Estados Unidos. O país figura na quarta colocação no número de medalhas e com um expressivo desempenho recente, superando seu próprio recorde de medalhas nas duas últimas edições (Londres 2012 e Rio 2016).

O Canadá figura na quarta posição, com valor próximo à marca de dois milhões de inscritos, expressivo em relação à proporção de sua população total (37,6 milhões de habitantes em 2019). Se destaca o perfil oficial no Instagram do “Team Canadá”, segundo maior na plataforma, atrás apenas dos EUA. O país é o único do Top 5 que ainda não criou sua conta no TikTok. O Canadá fica em 15º colocado no ranking total de medalhas e em terceiro no continente americano, atrás de EUA e Cuba.

O Japão, sede dos Jogos Olímpicos deste ano, fecha o Top 5 com 1,6 milhão de inscritos em suas plataformas, com destaques para a página no Facebook que representa 57% de participação em seu volume total e seu perfil no Twitter, terceiro maior entre os comitês analisados. O país fica na 8ª posição no ranking total de medalhas entre as últimas cinco edições dos jogos.

“Ter sido o país-sede em 2016 foi o principal fator para o crescimento e manutenção do interesse dos brasileiros pelos Jogos Olímpicos. Hoje, 72% dos internautas brasileiros com 18 anos ou mais se declaram fãs de Olimpíadas, um salto de 30% em relação a 2016. Após mais de quatro anos da “Rio 2016”, estamos nos lugares mais altos do pódio em alcance digital, um legado valioso e que oferece um enorme potencial para os patrocinadores na promoção e associação de suas marcas aos valores mais nobres do esporte mundial”, avalia Arthur Bernardo, diretor executivo do Ibope Repucom.

“O centro de nossa estratégia passa pelo atleta, nosso maior influenciador, que humaniza a relação do COB com o fã. Além disso, a inteligência digital é fundamental. Estamos sempre atentos às tendências, o que nos leva a incorporar rapidamente e com consistência o que tem de mais quente nas nossas estratégias. Isso vale para as lives, que começamos a fazer sistematicamente mesmo antes da pandemia, e também para nossa chegada ao Tik Tok”, comenta Manoela Penna, diretora de comunicação e marketing do Comitê Olímpico do Brasil.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: