Chegou a estação mais florida, mais colorida e perfumada do ano

A palavra primavera deriva do latim "primo vere", que significa primeiro verão
sexta-feira, 24 de setembro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Fotos: Henrique Pinheiro
Fotos: Henrique Pinheiro

Na quarta-feira, 22, a primavera — a estação mais bonita do ano — despachou o inverno e deu início a um novo tempo, renovando nossas esperanças de um período com mais cores, aromas e mais otimismo. A bem da verdade, cada estação tem sua beleza característica e todas merecem nossa contemplação. Mas a preferência pela primavera talvez se deva também ao fato de trazer um clima ameno, nem tão frio, nem tão quente, e um ar mais úmido, acabando com a secura atual. Mais agradável e mais cheiroso, assim há de ser a primavera que ansiamos.

Nela ocorre a floração de diversas espécies de plantas, enchendo as paisagens de cores, deixando ruas, praças, parques e jardins com o aspecto alegre e cheio de vida, período que antecede o barulhento e calorento verão, tão esperado por uma legião de fãs de todas as idades, envolvendo famílias inteiras. A palavra primavera deriva do latim primo vere que significa primeiro verão. Verão significa tempo primaveril.

As quatro estações do ano ocorrem devido à inclinação da Terra em relação ao Sol. Sabemos que o nosso planeta realiza diversos movimentos, um deles o de translação, aquele em que a Terra gira em torno do Sol. É esse movimento que define as estações: primavera, verão, outono e inverno.

Devido à inclinação em relação ao seu plano orbital, os raios solares incidem distintamente nos dois hemisférios: um deles sempre estará mais iluminado do que o outro e, portanto, as estações do ano não ocorrerão simultaneamente nos dois lados.

Os animais também apresentam comportamentos específicos nessa estação, com muitos saindo do seu período de hibernação. Há mudança também no comportamento de animais polinizadores, como os beija-flores e as abelhas. Com o florescimento de diversas espécies, esses animais aumentam a sua atividade, interferindo significativamente no ciclo reprodutivo dos vegetais.

Equinócio  de primavera

O início da primavera é marcado pelo equinócio de primavera, que representa o posicionamento médio do sol em relação à Terra. Isso significa que nem o Hemisfério Norte nem o Hemisfério Sul estarão mais iluminados. O sol estará incindindo diretamente na Linha do Equador, iluminando de forma igual os dois hemisférios. O equinócio ocorre em dois momentos do ano: em março e em setembro.

Devido a esse fenômeno astronômico que marca o início da estação das flores, os dias e as noites têm a mesma duração ao longo dessa estação. 

Quanto às estações do ano, o Brasil é um país bastante peculiar, considerando que as estações não são bem definidas em suas regiões. Isso dificulta a nossa percepção quanto à mudança de estação. O país, com exceção da região Sul, apresenta duas estações bem definidas: o inverno seco e o verão úmido.

A mudança da estação no país marca algumas alterações com relação às temperaturas e ao regime de chuvas. Normalmente, com a chegada dessa estação, as chuvas começam a intensificar-se na maior parte do país, tornando as temperaturas mais amenas e aumentando a umidade do ar, que, no inverno encontra-se bastante reduzida.

As chuvas costumam ser frequentes nos fins de tarde ou no período noturno e intensificam-se na medida em que o verão aproxima-se. Por esse motivo também, muitas pessoas costumam dizer que durante a primavera o clima fica mais agradável.

O regime de chuvas nessa estação favorece o florescimento de diversas espécies de plantas, fazendo com que as paisagens, que antes encontravam-se secas, ganhem tonalidades a partir de todas as cores, especialmente a verde.

Primavera nas regiões brasileiras

A primavera, apesar de possuir características comuns a todo o território brasileiro, apresenta algumas especificações para cada uma de suas regiões.

Segundo o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos, nas regiões Centro-Oeste e Sudeste, os índices pluviométricos tornam-se mais intensos e também mais frequentes. Isso é considerado um marco entre a estação seca (o inverno) e a estação chuvosa (verão). Normalmente essas chuvas são acompanhadas de ventos fortes e granizo.

Especialmente no Centro-Oeste brasileiro, as temperaturas atingem valores muito altos, devido à intensidade da radiação solar e à ocorrência de dias de céu claro.

A estação seca continua na região Nordeste no período de vigência da primavera, com exceção dos estados da Bahia, do Maranhão e do Piauí. Nessa região a variação de temperatura é pouca durante o ano, e normalmente alta.

Na região Sul, a questão da pluviosidade não muda tanto, pois o regime de chuvas sofre pouca variação, sendo, portanto, uniforme durante todo o ano. Apesar disso, quando as chuvas convectivas ocorrem, ainda que curtas, são bastante intensas.

A região Norte apresenta pouca variação da temperatura ao longo do ano. Durante a primavera, os índices pluviométricos aumentam gradativamente, especialmente entre outubro e novembro.

Estação das flores

É no período da primavera que a maior parte das flores desabrocham. Isso se deve a um conjunto de fatores, como o aumento gradativo das temperaturas — visto que a primavera representa uma transição entre o inverno e o verão —, e ao regime de chuvas, que se intensifica nesse período. Algumas espécies destacam-se nessa estação, como:

  • Girassóis

  • Hortênsias

  • Hibisco

  • Violeta

  • Dama-da-noite

  • Jasmim-estrela

  • Rosas

  • Orquídeas

  • Tulipas

  • Margaridas

(Fonte: Rafaela Souza. "Primavera"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/geografia/primavera.htm)

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: