Bastante modificado, Frizão perde por 2 a 0 para o América

Jogo de volta acontece na próxima quarta à tarde, no Eduardo Guinle
sexta-feira, 27 de agosto de 2021
por Vinicius Gastin
Jogadores do América comemoram o gol que abriu caminho para a vitória (Foto: Vinícius Lima/AFC)
Jogadores do América comemoram o gol que abriu caminho para a vitória (Foto: Vinícius Lima/AFC)

Uma equipe bem diferente daquela conhecida pelo torcedor tricolor durante a Série A2 do Campeonato Carioca. Não por opção, mas pela realidade financeira limitada e as incertezas provocadas pela falta de calendário daqui para frente. Mesmo diante deste cenário, os jovens escalados pelo técnico Cadão foram valentes, fizeram jogo equilibrado na maior parte do tempo, mas não resistiram a um América mais encorpado e experiente. Com gols de Diego e Kunzel, o time rubro venceu por 2 a 0 na tarde da última quarta-feira, 25, no Giulite Coutinho, e abriu boa vantagem no confronto com o Friburguense.

O jogo de volta acontece na próxima quarta-feira, 1º de setembro, às 15h, no Eduardo Guinle. Vale lembrar que caso haja empate no número de pontos ao final dos dois confrontos, o critério de desempate será o saldo de gols. Persistindo o empate o vencedor será conhecido após decisão nas cobranças de pênaltis. Ou seja, o Tricolor da Serra terá que vencer, no mínimo, por dois gols de diferença para forçar as penalidades, ou três para avançar no tempo normal.

As dificuldades financeiras sempre desafiaram o Friburguense. Ainda assim, o clube montou um elenco competitivo, brigou em condições de igualdade na Série A2 e, dá para pontuar desta forma, chegou perto do acesso. Contudo, em meio a este contexto, a falta de calendário e as incertezas sobre as próximas competições tornaram difícil a manutenção do plantel.

Do time-base que jogou a maior parte da segundona carioca, Afonso, Murillo, Jhonata, Cristopher, Neto e Ricardinho permaneceram. À exceção de Lucas Sales, que ganhou posição ao longo do Estadual, o restante da equipe foi todo modificado para a Copa Rio.

Espaço para a garotada tricolor, de grande campanha na Taça Santos Dumont e finalista na Taça Corcovado. Nomes como Lucas Mello e Igor Gomes foram novidades na escalação de Cadão no Giulite Coutinho, junto a jogadores como Alan e Mirrall, aproveitados durante a A2.

O adversário, por sua vez, não só manteve a base da segunda divisão estadual, como também foi ao mercado para se reforçar. E foi exatamente uma das novidades do América o responsável por abrir o placar logo aos três minutos: após levantamento da direita, Kunzel ajeitou para o experiente Diego, ex-Vasco e CRB, bater forte em direção ao gol. A bola desviou no meio da trajetória e praticamente matou as chances de defesa de Afonso.

Apesar do contratempo e da juventude do time tricolor, engana-se quem pensa que o América dominou o jogo. Pelo contrário. O Friburguense passou a ter posse de bola e exerceu certa pressão, mas pecando no passe final. Um misto de ansiedade e equívoco nos momentos da definição. A equipe da casa pouco ameaçou a meta tricolor, e até o intervalo, poucos lances mereceram destaque.

Sem modificações na equipe, o Friburguense ensaiou uma postura um pouco mais ofensiva nos primeiros minutos da etapa final. A dificuldade para criar persistiu, e o América, com um pouco mais de espaço para contra atacar, passou a ser perigoso.

Aos 12 minutos, Anderson Kunzell parou em grande defesa de Afonso. Pouco tempo depois, o goleiro tricolor voltou a aparecer de forma decisiva em mais uma intervenção importante. Aos 23, no entanto, não conseguiu evitar o gol de Kunzel, infiltrando na pequena área para escorar o chute cruzado de Agu.

O Frizão sentiu o gol, e o Mecão percebeu. Passou a apertar o passo e a exigir novas boas aparições de Afonso. A mais decisiva aos 41 minutos, duas vezes no mesmo lance, primeiramente aos pés de Patrick e, depois, de Marquinho. Do banco vieram alterações e tentativas de Cadão com mais alguns valores da base do clube. Não foi o suficiente para diminuir o prejuízo, que terá de ser revertido na partida de volta, em Nova Friburgo.

Ficha Técnica

América 2 x 0 Friburguense

Copa Rio 2021

Oitavas de final - Jogo de Ida

25/08/2021- 15h

Estádio Giulite Coutinho, Mesquita-RJ

Árbitro: Fernando Moraes Varella

Assistentes: Gabriel Duarte e Hugo Barreto

 

América: Luis Henrique, Pedro Paulo, Lucão, Naylhor e Marquinho; Caio, Künzel, Agu e Diego; Jones Carioca e Wander.

Técnico: Josué Teixeira

 

Friburguense: Afonso; Igor Gomes, Cristopher, Jhonata e Neto; Murillo, Mirrall, Lucas Mello e Ricardinho; Lucas Sales e Allan.

Técnico: Cadão

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: