Alerj aprova dez projetos relacionados à pandemia

Entre as medidas estão proibição do aumento de preços de produtos sem justificativa e a vedação do corte de serviços de água, luz e gás
sexta-feira, 20 de março de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Alerj aprova dez projetos relacionados à pandemia

A Assembleia Legislativa  (Alerj) aprovou nesta quarta-feira, 18, dez projetos relacionados à pandemia do coronavírus e seus impactos no Estado do Rio. As propostas, votadas em regime de urgência, serão enviadas para sanção ou veto do governador Wilson Witzel. A votação foi realizada com 25 dos 70 parlamentares participando de forma remota, uma das medidas instituídas pela Mesa Diretora para reduzir a circulação de pessoas no Palácio Tiradentes e garantir o funcionamento do Legislativo.

Os textos aprovados tratam de temas como a proibição do aumento de preços de produtos sem justificativa, a vedação do corte de serviços de água, luz e gás enquanto durar a emergência sanitária, e a proibição de cobrança de taxas na remarcação e cancelamento de passagens, pacotes turísticos e reservas de casas de festas. Também foram aprovadas propostas que autorizam o Governo do Estado a descontar o ICMS cobrado nas contas de serviços públicos e a conceder auxílio a famílias de estudantes de escolas públicas e empreendedores da economia solidária, entre outras.

Os projetos aprovados

  • PL 1999/20 - Proíbe o aumento sem justa causa dos preços de produtos e serviços enquanto durar o plano de contingência para o novo coronavírus. Valores de referência serão os de 1º de março de 2020. O projeto também veda a interrupção de serviços essenciais por falta de pagamento durante o estado de emergência por conta do coronavírus. Eventuais débitos serão acumulados para cobrança futura. A proposta também suspende o prazo de vencimento de documentos públicos que exigem renovação presencial.
  • PL 2000/20 - Autoriza o Governo do Estado do Rio a requisitar administrativamente propriedades privadas com o intuito de viabilizar o cumprimento de quarentenas, isolamentos e demais tratamentos médicos. Os proprietários terão direito de receber pagamento posterior pela utilização do espaço.
  • PL 2001/20 - Inclui o álcool gel 70% na cesta básica, reduzindo a tributação do produto e o preço final ao consumidor.
  • PL 1998/20 - Autoriza o Governo do Estado a conceder bolsa-auxílio às famílias dos estudantes da rede pública de ensino que tenham aulas suspensas em função da pandemia.
  • PL 1995/2020 - Determina que passagens aéreas, pacotes turísticos sejam remarcados ou cancelados sem taxas enquanto durar a pandemia de coronavírus. Uma emenda incluída durante a votação também vai permitir a remarcação de casas de festas e buffet ou cancelamento com devolução do valor pago.
  • PL 2007/20- Autoriza o Governo do Estado a prover renda mínima emergencial, equivalente a 50% do salário mínimo, a empreendedores da economia solidária popular nos casos de emergência ou calamidade.
  • PL 2012/20- Veda a interrupção de acesso ou redução de velocidade nos pacotes de dados móveis contratados junto a operadoras de telefonia. Objetivo é garantir acesso a informação durante a pandemia.
  • PL 1898/20 - Autoriza o Governo do Estado a conceder isenção de ICMS nas contas de energia elétrica e serviços de comunicação.
  • PL 1190/2012- Autoriza o Governo do Estado a reescalonar horários das instituições públicas estaduais para reduzir circulação e concentração de pessoas em horários de pico.
  • PL 2011/2020 - Limita a quatro unidades a venda de produtos como álcool gel, máscaras descartáveis e alimentos não perecíveis que deverão ser vendidos em quantidades limitadas a quatro unidades por pessoa. Entre os produtos com quantidade racionada estão ainda papel higiênico, sacos de lixo, papel toalha, enlatados e carnes em geral. O descumprimento da regra pode levar a multa de cinco mil Ufirs-RJ, e em caso de reincidência a multa será duplicada.

 

LEIA MAIS

Alvo são pessoas acima de 60 anos e profissionais de saúde; doses estão sendo distribuídas aos poucos

Repartições municipais funcionarão em horário limitado, das 9h às 13h, e em sistema de rodízio de servidores, com efetivo reduzido

Paciente está em quarentena domiciliar, sem necessidade de internação, informa Unimed, que tem outros 6 casos suspeitos em ala isolada

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra