Vigilante condenado a sete anos de prisão por crime de pedofilia

Ele foi preso em 2018. Na casa dele, em Friburgo, polícia encontrou farto material pornográfico
terça-feira, 11 de maio de 2021
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Freepik)
(Foto: Freepik)

O Ministério Público Federal (MPF) obteve nesta semana a confirmação da condenação do vigilante L. L. F. de S. à prisão de sete anos e cinco meses por crimes de pedofilia em Nova Friburgo. A ação penal foi originalmente movida pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e, em novembro de 2019, declinada a competência para a 1ª Vara Federal de Nova Friburgo, que ratificou os atos decisórios e processuais praticados na Justiça Estadual e condenou L.L. F de S pela prática dos crimes, por quatro vezes em continuidade delitiva, conforme rege o Estatuto da Criança e Adolescente (ECA).

O condenado está preso desde o dia 27 de novembro de 2018, data do cumprimento de mandado de busca e apreensão em sua residência, no município, quando os policiais teriam encontrado no computador do acusado vários arquivos de natureza pedopornográfica, bem como a existência de programas destinados ao compartilhamento de mídias através da internet.

Ainda de acordo com o órgão, foram encontrados mais de 200 arquivos contendo material com cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes, situação que justificou a prisão em flagrante. Além disso, foi encontrado programas denominados P2P ('peer to peer'), utilizados para compartilhar e obter arquivo contendo pornografia infantil na rede mundial de computadores, sem a necessidade de servidor central, em que teria sido encontrado vasto material contendo sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes.

Ainda segundo o MPF, pelo menos até a data de sua prisão, L.L divulgou através da internet e armazenou em seu computador diversas mídias apresentando conteúdo de pornografia infantil.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: