Seminário debate nesta sexta as transformações no mercado gráfico

Evento online e gratuito, promovido pela Firjan, vai reunir referências internacionais do setor
quinta-feira, 29 de julho de 2021
por Jornal A Voz da Serra
O jornal A VOZ DA SERRA sendo impresso (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
O jornal A VOZ DA SERRA sendo impresso (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

Grandes nomes do mercado gráfico mundial, como Frank Romano, professor emérito do Instituto de Tecnologia de Rochester, nos EUA e David Zwang, consultor da Zwang & Company, participam nesta sexta-feira, 30, do Seminário Internacional do Mercado Gráfico Figital (físico+digital), promovido no formato virtual, a partir das 9h30, pela Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) com apoio da Associação Brasileira da Indústria Gráfica (Abigraf). 

Ao lado de outras personalidades da indústria brasileira, eles vão debater as transformações nos segmentos de consumo de produtos gráficos e o novo posicionamento da produção gráfica. O seminário será transmitido pelo site www.firjan.com.br/mercadograficofigital.

O presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, fará a abertura do seminário virtual, que pretende reunir informações valiosas sobre o futuro da indústria no setor. Frank Romano, considerado o maior guru da indústria gráfica mundial, vai abordar as transformações nos diversos segmentos de consumo de produtos gráficos e como isso afeta as demandas dessa indústria. Já David Zwang vai pontuar o que as pequenas e médias empresas podem fazer para acompanhar as mudanças e sobreviver no mercado.

O presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas do Rio de Janeiro (Sigraf), Carlos Di Giorgio, ressalta que o encontro visa suprir o setor com informações úteis para superar os momentos difíceis de mudança e mostrar que é possível voltar a patamares anteriores à crise. “O evento é importante para trazer esperança para o empresário gráfico e mostrar que nós vamos voltar aos patamares antigos, inclusive com as novas tecnologias”, disse.

A especialista técnica do Senai-Sesi, Carla Geraldo, explica que o seminário vai mostrar ainda como o meio digital pode alavancar o setor. “O segmento de consumo está sendo transformado pelos avanços da tecnologia. Por causa disso, as empresas terão que se adaptar para poder acompanhar essas mudanças”, afirma Carla. Para a especialista, o mercado precisa saber lidar com a tecnologia e com as diferentes formas de abordagem aos clientes. 

O segundo painel, moderado por Ivo Daflon, vice-presidente do Sindicato da Indústria Gráfica (Sigraf), vai discutir a nova postura que as gráficas podem ter perante as mudanças do mercado e das tecnologias de produção. A mesa de debates será composta por Sidney Anversa Victor, da Congraf Embalagens e presidente da Abigraf Nacional; Cristhine Samorini, da Grafitusa e presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e do Sindicato das Indústrias Gráficas do Espírito Santo (Siges); Alex Santos, da gráfica ANS; e Valter Zanacoli, da Editora Vozes, diretor da Firjan e presidente do Sindicato das Indústrias Gráficas de Petrópolis (Sigrap). O encontro será encerrado por Di Giorgio, que também é empresário na Gráfica J. Di Giorgio e diretor da Firjan.

Palestrantes internacionais

 

Frank Romano – Tem mais de 60 anos de experiência nas indústrias de impressão e publicação. É professor emérito do RIT (Instituto de Tecnologia de Rochester) e foi por anos editor do International Paper Pocket Pal. É autor de centenas de artigos para publicações na América do Norte, Europa, Oriente Médio, Ásia e Austrália e ocupa o cargo de presidente do Museu da Impressão em Massachussets (EUA).

David Zwang – É o principal consultor da Zwang & Company, especializada em análise de processos e desenvolvimento estratégico nas áreas de informação e impressão de produtos, embalagens e publicações. Sua expertise em otimização de produção, planejamento estratégico de negócios e análise de mercado tem transformado muitos negócios. Desenvolveu treinamentos para a indústria e escreveu inúmeros artigos. Também preside o GWG (Ghent Workgroup).

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: