Reformas de quadras esportivas vão custar R$ 2,5 milhões

Com recursos provenientes de royalties federais, prefeitura fará melhorias em 8 espaços públicos de Friburgo
quarta-feira, 29 de junho de 2022
por Christiane Coelho, especial para A VOZ DA SERRA
Foto: Henrique Pinheiro
Foto: Henrique Pinheiro

              O prefeito Johnny Maycon e o secretário municipal de Esportes, João Victor Duarte, anunciaram em um vídeo nas redes sociais, a abertura do processo de licitação para as obras de reforma de oito quadras poliesportivas do município, com um investimento de cerca de R$ 2,5 milhões. “Esse é o primeiro passo para começarmos a mudar a realidade dos nossos equipamentos esportivos, garantindo o acesso, saúde e qualidade de vida a nossa população”, disse o prefeito na legenda da sua publicação. Os recursos para o custeio das obras virão dos royalties. 

             O vídeo foi feito no Centro Poliesportivo José Pereira da Silva (Duda), no bairro Duas Pedras, mostrando as condições precárias em que se encontra o equipamento. “Sempre acreditamos na educação e no esporte como instrumentos para transformar a realidade das nossas crianças e jovens, e ver um ginásio como o de Duas Pedras, que marcou a infância de muitas pessoas nessas condições, entristece demais os nossos corações”, observou Johnny Maycon, falando ainda que nesse ginásio, ele próprio fez muitas cestas, jogando basquete nas Olimpíadas do Colégio Estadual Tuffy El-Jaick, que eram realizadas no local.

             Além do centro poliesportivo de Duas Pedras, também serão reformados os ginásios municipais Alberto da Rosa Pinheiro (Pastão), no distrito de Conselheiro Paulino, e Adhemar Combat, no bairro Olaria; a quadra poliesportiva do distrito de Campo do Coelho, e as quadras de esportes do distrito de Lumiar, Salinas, Rua Mac Niven (Centro), e Vila Amélia.

             De acordo com o secretário de Esportes serão intervenções de pequeno e médio porte em alguns espaços, como por exemplo as quadras da Rua Mac Niven, Vila Amélia, e alguns ginásios, onde a necessidade primordial é de pequenos reparos de pintura e alvenaria. “Porém, há também intervenções consideradas de médio/grande porte, como é o exemplo da quadra de Lumiar, que receberá, inclusive, uma cobertura, tão esperada pela população local”, esclareceu ele.

Licitações 

           Para cada equipamento haverá uma licitação. A prefeitura, inclusive, já publicou os avisos de tomadas de preços para a recuperação de todos os equipamentos. A primeira obra a ser licitada é a da reforma da quadra da Vila Amélia, que está com a licitação marcada para hoje, 29, e a última é a reforma do ginásio Adhemar Combat, em Olaria, que está marcada para 28 de julho. Além de dias distintos, os valores estimados para cada equipamento também são diferentes. O mais caro é o da quadra de Lumiar, com estimativa de custo de R$ 623.930,80. Já a quadra da Vila Amélia receberá o menor investimento, estimado em R$ 21.203,02.

             De acordo com João Victor Duarte, o prazo inicial de entrega de cada obra é de aproximadamente quatro meses. “Depois de finalizadas as intervenções, será dada continuidade às atividades dos diversos núcleos de iniciação esportiva promovidos pela Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, núcleos de atividades para a terceira idade, bem como projetos sociais realizados em parcerias com entidades friburguenses e das demais esferas de poder, como por exemplo os vários núcleos esportivos em parceria com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) e convênios com o Governo Federal”, finalizou. 

 

LEIA MAIS

Sub da Smomu fica responsável também pela Guarda Civil Municipal e pelo Departamento de Posturas

Objetivo é garantir destinação de verbas vinculadas, sem possibilidade de transferência para outras contas do tesouro municipal

Projeto foi ressuscitado em encontro na Acianf no último dia 15, entre o presidente da Comissão de Obras da Alerj e empresários friburguenses

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obra | Governo