Novo decreto municipal altera rotina de alguns setores

Cada segmento tem agora que cumprir novas regras para evitar o avanço da pandemia
segunda-feira, 24 de maio de 2021
por Jornal A Voz da Serra
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

A Prefeitura de Nova Friburgo publicou na última sexta-feira, 21, o decreto nº 1.000, que atualiza e consolida regras para o funcionamento das atividades na cidade considerando os riscos da pandemia da Covid-19. É importante ressaltar que cada segmento tem uma série de regras a serem seguidas e que Nova Friburgo não tem mais classificação por bandeiras para ditar as regras de funcionamento de cada setor. O novo decreto assinado pelo prefeito Johnny Maycon (Republicanos) pode ser conferido na íntegra aqui.  

Como fica a economia da cidade com o novo decreto

  • Indústrias e confecções: funcionam com até 50% da capacidade;
  • Comércio e prestadores de serviço: até as 21h, com a proporção de um cliente por funcionário; 
  • Padarias e supermercados: até às 22h; 
  • Restaurantes, bares e lanchonetes: até às 23h (no sistema buffet “self service” o funcionamento é até às 21h)
  • Autoescolas: 50% da capacidade; 
  • Cursos livres: 30% da capacidade; 
  • Clubes: 30% da capacidade com o funcionamento até às 22h;
  • Desportos individuais e coletivos: proibidos;
  • Instituições religiosas: 30% da capacidade;
  • Academias: funcionam apenas com até 30% de sua capacidade; 
  • Hotéis, motéis e pousadas: 60% da capacidade; 
  • Visitações turísticas: autorizadas; 
  • Shoppings: abertos até às 22h; 
  • Ambulantes cadastrados: podem trabalhar até às 23h. 

Seguem proibidos: atividades relacionadas a eventos com aglomeração de público, inclusive os desportivos, boates, teatros, cinemas,  casas de shows e afins, inclusive no interior de condomínios e clubes sociais e recreativos; estádios, campos, arenas, ginásios e afins.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: