Nervoso, Frizão é derrotado e terá que decidir semifinal fora de casa

Sem repetir o mesmo desempenho das partidas anteriores, tricolor da serra perde e agora precisa vencer o Audax para chegar à decisão do 1º turno
terça-feira, 29 de junho de 2021
por Vinicius Gastin
Sem repetir o mesmo desempenho das partidas anteriores, Frizão foi derrotado em casa
Sem repetir o mesmo desempenho das partidas anteriores, Frizão foi derrotado em casa

Foi daquelas tardes em que o jogo não encaixa. Nervoso frente a um time experiente e bem montado, o Friburguense não repetiu as atuações que o levaram às três vitórias consecutivas na Série A2 do Campeonato Carioca. Ainda assim criou pelo menos duas boas oportunidades, mas sem convertê-las em gols. O placar de 1 a 0 para o Artsul na tarde do último sábado, 26, no Eduardo Guinle, premiou o time que aproveitou uma de suas chances.

Classificado como segundo colocado do grupo A, o Friburguense fará o duelo pela semifinal da Taça Santos Dumont longe de casa, a princípio no próximo sábado, 3 de julho. O jogo contra o Audax será às 15h, em local ainda a ser confirmado. O Frizão terá que vencer a partida para chegar à decisão do primeiro turno. Na outra semifinal se enfrentam Artsul e Maricá, com vantagem para o primeiro.

No entanto, a vida do Friburguense e a situação do campeonato dependem de decisão judicial. O Tribunal de Justiça Desportiva julga ação do Americano contra o Tricolor da Serra, na qual o time de Campos aponta supostas participações irregulares do atacante João. Apesar de o erro ter acontecido no sistema da Federação do Rio, o Frizão pode perder até 12 pontos.

O jogo

O Friburguense já entrou em campo com a vaga nas semifinais da Taça Santos Dumont assegurada. A situação confortável, inclusive, poderia significar a oportunidade para o técnico Cadão promover alguns testes, poupar jogadores, e observar peças de seu elenco. Nada feito. Sem lesões, suspensões ou casos de Covid-19, o comandante tricolor repetiu a escalação que, até então, somou mais pontos dentre todos os participantes da Série A2. A possibilidade de decidir a vaga na decisão em casa, e com a vantagem do empate, pesou mais do que qualquer outro fator.

A vontade de vencer, de ambos os lados – o Artsul por necessidade mesmo – fez multiplicar os erros de passes e o nervosismo. O time visitante posicionou três zagueiros, e para conter a subida dos alas, o Friburguense abriu Léo Assis e Jhonatan pelas pontas, com Ricardinho mais centralizado. O Artsul foi quem levou perigo primeiro, aos dez minutos, com Tanque e depois Ancelmo. Ambos pararam em boas saídas de Afonso da meta. A equipe da Baixada Fluminense parecia se organizar melhor no ataque, enquanto o Frizão foi feliz em duas tramas pelas pontas.

A primeira delas pela esquerda, em rápido contra ataque puxado por Léo Assis. O meia tabelou com Neto, que entregou para Léo Reis clarear e mandar de canhota, para a defesa de Bruno no centro do gol. Dois minutos depois, pela direita, a melhor oportunidade tricolor: Jhonatan fez boa jogada, recebeu de Ricardo no fundo e fez o passe para Léo Reis. A bola já havia passado por Bruno, mas o centroavante pegou mal e desperdiçou chance cristalina, praticamente debaixo da trave. O Artsul, por sua vez, não perdeu a oportunidade criada aos 43: Dedé invadiu a área pela direita e bateu cruzado para Bruno Santos, no segundo pau, completar para as redes.

Segundo tempo

Se houve demora na etapa inicial para ter algum tipo de emoção, logo no primeiro minuto do segundo tempo o Artsul chegou perto de ampliar o marcador: Bruno Santos foi ao fundo pela esquerda e bateu cruzado. Dedé, na pequena área, não conseguiu resvalar. Pouco depois, nova boa oportunidade na bola alta, interceptada com coragem pelo goleiro Afonso.

O Friburguense demorou a “voltar dos vestiários”, mas Cadão não perdeu tempo. Com nove minutos, mandou a campo Rodriguinho e Thai, nas vagas de Cristopher e Léo Assis. Ainda levou uns minutos – com alguns passes errados e sustos na defesa - para o Tricolor entrar no jogo de vez. Teve até gol do Artsul anulado por conta de impedimento.

Thai queria jogo, e foi bastante acionado pelo lado direito. Aos 23 tentou bater cruzado, mas acabou travado pela marcação. Embora sem sofrer tanto atrás, o Friburguense ainda demonstrava nervosismo, errando bastante na execução das jogadas. Inclusive na parte defensiva, como no lance em que Damião e Luiz Felipe se atrapalharam e Bruno Santos chegou a limpar Afonso, que ainda tocou na bola. Damião, em cima da linha, fez o domínio e afastou o perigo.

 João e Rodrigo foram as novas cartadas de Cadão aos 26 minutos. No lance anterior, Jhonata, de cabeça, havia desperdiçado boa chance. Mais na base da vontade e da força do que da organização para construir os lances, o Friburguense tentou se aproximar da meta de Bruno. E conseguiu aos 43 minutos, na primeira jogada de Lucas Sales. No entanto, João errou a bola e não concluiu nova chance clara. Jhonata ainda foi expulso nos acréscimos, e desfalcará o Tricolor na semifinal.

 

Ficha Técnica

Friburguense 0 x 1 Artsul

 

Campeonato Carioca Série A2 2021

Taça Santos Dumont – 1º Turno

5ª rodada

26/06/2021- 15h

Estádio Eduardo Guinle, Nova Friburgo-RJ

 

Árbitro: Fernando Moraes Varella

Assistentes: Renato Xavier e Anderson de Moura

 

Friburguense: Afonso; Murillo, Cristopher (Rodriguinho), Jhonata e Neto (Rodrigo); Luiz Felipe (Lucas Sales), Damião, Ricardinho e Léo Assis (Thai); Jhonatan e Léo Reis (João).

Técnico: Cadão

Artsul: Bruno, Wallace Dedé, Gilberto, Edmário e Ricardo Sena; Vitão, Peterson e Ancelmo (Alexsandro); Dedé (Zé Flores), Bruno Santos (Jheann) e Rafael Tanque (Sodré).

Técnico: Rogério Pina

 

Resultados da 5ª rodada:

Friburguense 0 x 1 Artsul, Eduardo Guinle

Cabofriense 3 x 2 Duque de Caxias, Correão

Americano 1 x 0 Gonçalense, Antônio de Medeiros

América 5 x 0 Macaé, Giulite Coutinho

Maricá 1 x 0 Sampaio Corrêa, Alzirão

Angra dos Reis 0 x 1 Audax Rio, Jair Toscano

 

Classificação

Grupo A

1º – Artsul, 11 pts

2º – Friburguense, 9 pts

3º – Americano, 8 pts

4º – Cabofriense, 6 pts

5º – Gonçalense, 4 pts

6º - Duque de Caxias, 3 pts

 

Grupo B

1º – Audax, 10 pts

2º – Maricá, 10 pts

3º – Sampaio Corrêa, 8 pts

4º – América, 8 pts

5º – Macaé, 4 pts

6º - Angra dos Reis, 1 pt

 

Semifinais

Taça Santos Dumont

3 de julho – 15h

Audax x Friburguense, local a definir

Artsul x Maricá, Nivaldo Pereira

 

 

 

LEIA MAIS

Trabalho com jovens vem rendendo bons frutos ao Friburguense nos últimos anos

Já Serrano, de Petrópolis, decide título do primeiro turno da Série B1

São Luiz e Unidos do Alto se enfrentam às 11h e São Pedro e Nilo Martins, às 13h

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol