Medo de desabastecimento gera corrida aos postos e gasolina sobe de novo

Em Friburgo filas começaram ainda na noite de quinta. Litro agora já passa dos R$ 7
sexta-feira, 22 de outubro de 2021
por Jornal A Voz da Serra
Fila para abastecer em um posto da Avenida Comte Bittencourt (Foto AVS)
Fila para abastecer em um posto da Avenida Comte Bittencourt (Foto AVS)

Postos de combustíveis de Nova Friburgo registraram longas filas na noite da última quinta-feira, 21, e na manhã desta sexta-feira, 22. A alta procura foi reflexo de um protesto dos tanqueiros, motoristas de caminhões que transportam combustíveis, realizado na quinta-feira. Motoristas do município reclamam que, com o movimento que gerou postagens em redes sociais com mensagens avisando a possibilidade de uma greve, houve aumento nos preços, com o litro da gasolina comum custando agora mais de R$ 7 em alguns postos da cidade. Alguns deles amanheceram fechados nesta sexta-feira - e outros com a gasolina comum variando entre R$ 6,87 e R$ 7,07, o litro. 

Os postos no Estado do Rio de Janeiro já estão com estoques baixos e os combustíveis disponíveis para suprir a demanda são suficientes por apenas três dias. A informação é do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis da capital. A reserva insuficiente acontece após a Petrobras anunciar ser incapaz de suprir a demanda das distribuidoras em novembro. Dezenas de caminhões-tanque passaram o dia parados, em fila, na rodovia Washington Luís, em frente a Refinaria de Duque de Caxias (Reduc), na Baixada Fluminense. Em nota, a Petrobras informou que a operação da companhia não foi afetada e em Nova Friburgo, alguns postos receberam combustíveis ao longo de sexta-feira normalizando o abastecimento.

Faol faz operação emergencial para abastecer ônibus

A empresa Friburgo Auto Ônibus (Faol) realizou na noite da última quinta-feira, uma operação especial para abastecer a frota. A concessionária abasteceu os veículos em postos de combustíveis da cidade para evitar eventual desabastecimento de diesel. Na manhã desta sexta-feira, a empresa divulgou novo informe garantindo que a situação “está normalizada”.

“Com receio de perdurar (a greve dos caminhoneiros), a empresa fez contato com os postos de combustíveis locais e abastecemos alguns ônibus, mas depois recebemos a notícia que tinha encerrado (o bloqueio de caminhões) e hoje (sexta-feira) receberemos combustível normalmente”, informou a direção da Faol.

Na quinta-feira, a Federação das Empresas de Transporte de Passageiros do Rio (Fetranspor) emitiu um alerta que o serviço de transporte coletivo por ônibus, em todo o Estado do Rio, poderia sofrer redução ou até mesmo ser paralisado. 

Gasolina do Brasil está entre as 100 mais caras do mundo

Embora esteja em alta também no Brasil, o preço do litro da gasolina no país é o 90º mais alto do mundo. O custo médio do produto nos postos brasileiros está em R$ 6,321. São, em média, R$ 0,42 abaixo do que tem sido praticado no mercado internacional: R$ 6,75. A informação é do Global Petrol Prices, serviço que monitora semanalmente os preços de combustíveis e energia em 168 países com base em indicadores oficiais.

O serviço destaca que, apesar de o custo do petróleo no mercado internacional ser o mesmo para todos, os preços praticados em cada país são influenciados por diferentes tributos e subsídios. A diferença entre a média internacional e o que tem sido cobrado nas bombas dos postos brasileiros está em linha com a defasagem que tem sido apontada pela Associação Brasileira de Importadores de Combustíveis (Abicom). A entidade aponta que o valor praticado pela Petrobras nas refinarias está, em média, 13% abaixo da média internacional, o que representaria R$ 0,50.

De acordo com a associação, essa diferença desestimula os importadores a comprar combustível no mercado externo, pela dificuldade de concorrer com os preços praticados pela estatal, que não estariam alinhados com a Política de Paridade Internacional (PPI) adotada pela empresa.

Como a produção de gasolina nas refinarias brasileiras atende apenas cerca de 85% da demanda, a diferença vem do exterior, e essa defasagem tem feito com que o produto tenha sido trazido quase que exclusivamente pela Petrobras.

Como economizar gasolina

  • Respeite a troca de marchas
    Procure trocar as marchas sempre na rotação correta, mantendo o giro do motor compatível à marcha escolhida.

  • Mantenha a manutenção em dia
    A manutenção em dia evita que o motor consuma mais combustível que o necessário, além de aumentar a vida útil do componente. É importante checar regularmente e, se necessário, trocar os filtros de ar, de óleo, de combustível e fazer a substituição das velas.

  • Uso do ar-condicionado
    O uso do ar condicionado está ligado diretamente ao consumo de combustível, já que o equipamento é operado pelo motor. Carros com menor cilindradas gastam mais com o ar ligado. Por isso, use o ar apenas quando realmente for necessário.

  • Não acelere com o carro desengatado
    Aquecer o motor antes de sair, hoje em dia, se tornou desnecessário, já que os propulsores contam com injeção eletrônica. O sistema atual dá conta de fazer o carro andar mesmo no frio. Para modelos flex, lembre-se de abastecer o tanquinho de partida a frio. Além de gastar combustível à toa, esquentar o motor num carro com injeção eletrônica pode desgastar as peças e diminuir sua vida útil.

  • Evite levar muito peso no carro
    Estar sempre com carro cheio também contribui para aumentar o gasto de combustível. Cargas superiores a dez quilos já influenciam no consumo, pois o motor terá que fazer mais força para colocar o veículo em movimento. Procure levar no carro somente o que precisar, evitando guardar malas, coisas pesadas etc.

  • Verifique a pressão dos pneus
    Circular com os pneus em boas condições é essencial para economizar combustível. Pneus murchos influenciam diretamente no rendimento do veículo, pois geram mais atrito com o piso.

  • Mantenha o alinhamento e o balanceamento em dia
    O alinhamento correto faz com que os pneus se desgastem menos e o balanceamento evita trepidações ao rodar. Além disso, previnem o aumento do atrito dos pneus no solo além do necessário e não deixam que o veículo perca desempenho.

  • Não acelere com o carro parado no farol
    Quando estiver parado no farol, a aceleração é desnecessária e contribui para esvaziar o tanque mais rápido. Outra prática que ajuda na economia é sempre ir observando o trânsito à frente e, ao notar que o tráfego vai parar, desacelere o veículo aos poucos antes de frear. Com o carro engrenado, mas sem acelerar, a injeção eletrônica envia menos combustível ao motor.

  • Evite acelerar e frear bruscamente
    Dirigir de maneira agressiva, além de ser perigoso, também não é interessante quando o objetivo é economizar combustível. Para prevenir o desgaste do motor, é importante trocar as marchas de forma suave e medir a força do pé no acelerador para não desperdiçar combustível.

  • Mantenha uma velocidade constante
    O trânsito intenso das grandes cidades também contribui para que o combustível vá embora mais rápido, já que é muito comum andar e parar a todo instante. As acelerações e freadas exigem mais do motor e aumentam o consumo.

  • Deixar o carro no ponto morto em descidas
    Apesar de muita gente acreditar que é econômico deixar o carro em ponto morto, essa prática não é recomendada por uma questão de segurança. Se o carro estiver desengatado e sem auxílio do freio-motor, o sistema de freio será mais exigido e poderá falhar. Nesse caso, a dica é deixar o carro engatado na marcha mais alta, mesmo sem acelerar.

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: