Friburgo registra aumento de 58 novos casos e mais quatro mortes

Taxa de ocupação de de leitos de UTI exclusivos para Covid cai para 38,6%
terça-feira, 11 de agosto de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Movimento nas ruas de Friburgo em plena pandemia (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
Movimento nas ruas de Friburgo em plena pandemia (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

De acordo com o novo Boletim Coronavírus divulgado na noite desta segunda-feira, 10, pela Prefeitura de Nova Friburgo, subiu para 1.589 o número de casos confirmados de Covid-19 no município – 58 novos casos em apenas 72 horas. Do total, 262 são profissionais de saúde, com dois óbitos confirmados. Ao todo, o município registra 77 mortes – quatro a mais do que o divulgado no último boletim, na sexta-feira, 7.

Nova Friburgo ainda contabiliza outros 81 pacientes com suspeita da doença. Desses, 66 estão em casa aguardando resultados dos exames, dez estão internados e ainda há cinco óbitos em investigação. A prefeitura também informa o registro de 715 pacientes recuperados e 2.587 casos descartados. Ao todo, 4.257 testes de Covid-19 foram realizados no município até agora.

Ocupação de leitos

A prefeitura também divulgou a taxa média de ocupação nos leitos de UTI destinados exclusivamente ao tratamento de pacientes com Covid-19 do último final de semana. No último sábado, 8, a ocupação dos leitos de UTI ficou em 43,6%, sendo no Hospital Raul Sertã: 35%; Unimed: 30%; São Lucas: 83,3% e Serrano: 50%. Dos 38 leitos disponíveis, 16 estavam ocupados. Já nos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação foi de 58,8%, sendo no Raul Sertã: 63,1%; Unimed: 66,7%; (São Lucas: 38,9%); (Serrano: 70%). Dos 68 leitos disponíveis, 40 estavam ocupados.

Já no domingo, 9, a taxa média de ocupação dos leitos de UTI foi de 36,8%, sendo no Raul Sertã: 35%; Unimed: 20%; São Lucas: 66,6%; Serrano: 50%. Dos 38 leitos disponíveis, 14 estavam ocupados. Já nos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação foi de 60,3%: Raul Sertã: 63,1%; Unimed: 66,7%; São Lucas: 44,4%; Serrano: 70%. Dos 68 leitos disponíveis, 41 estavam ocupados.

Ainda de acordo com a prefeitura, nesta segunda-feira, 10, a taxa de ocupação dos leitos de UTI foi de 36,8%, sendo no Raul Sertã: 30%; Unimed: 20%; São Lucas: 83,3%; Serrano: 50%. Dos 38 leitos disponíveis, 20 estavam ocupados. Já nos leitos de enfermaria, a taxa de ocupação foi de 55,9%, sendo o Raul Sertã: 57,9%; Unimed: 61,9%; São Lucas: 38,9%; Serrano: 70%. Dos 68 leitos disponíveis, 38 estavam ocupados.

Números no estado

A Secretaria de Estado de Saúde do Rio de Janeiro informa que registrou, até esta segunda-feira, 10, 1.581 casos confirmados e 71 óbitos por Coronavírus em Nova Friburgo. Ainda de acordo com a SES, já são 180.016 casos confirmados e 14.108 óbitos por coronavírus em todo o Estado do Rio. Há ainda 997 óbitos em investigação e 331 foram descartados. Entre os casos confirmados, 161.329 pacientes se recuperaram da doença.

 

LEIA MAIS

Beneficiários são os nascidos em julho. Também está liberado o saque da 6ª parcela de R$ 300 aos inscritos no Bolsa Família que têm o NIS terminado em 2

Cada espaço que suspende as atividades para frear contágio faz com que aumente o risco aos demais, até de outros bancos

MPF de Nova Friburgo requer que os governos do Estado do Rio e federal concluam o projeto

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra