Em tempos de quarentena, modalidades antigas, como futmesa, se tornam opções

Jogo de botão distrai crianças e pais, ajudando na missão de espantar o tédio do isolamento.
quarta-feira, 25 de março de 2020
por Vinicius Gastin
Toreneio de futmesa em Friburgo
Toreneio de futmesa em Friburgo

Com o isolamento social, sendo este um dos pilares no combate ao avanço do Novo Coronavírus (Covid-19), é inegável que a internet e as novas tecnologias tornaram-se aliados importantes. Sem as academias e a possibilidade de reunir um grupo grande de pessoas para praticar esportes, os games, filmes, séries e demais produtos oferecidos pela modernidade são cada vez mais explorados, dentro de um universo em franca expansão e sem perspectiva de final. Mas as restrições também abriram espaço para antigas práticas, anteriores aos avanços tecnológicos, a exemplo do futebol de mesa.

Em Nova Friburgo, a modalidade esportiva é uma tradição que se mantém há anos, especialmente através do trabalho e incentivo de abnegados, à exemplo de Fernando Cruz na Associação Friburguense de Futebol de Mesa (AFFM / Friburguense). A persistência inspirou inclusive o surgimento de outras equipes como o Nova Friburgo F.C. e o Lumiar, por exemplo. Neste momento onde há restrição de opções, o jogo de futebol de botão, sendo uma atividade simples, é capaz de distrair as crianças e os pais, ajudando na missão de espantar o tédio do isolamento.

Segundo a Federação de Futebol de Mesa do Estado do Rio, é importante manter alguns cuidados para praticar a modalidade em segurança. Os itens do jogo devem ser higienizados, pelos adultos, com álcool 70º GL, pois ele tem uma boa absorção pelas membranas da pele e, devido a presença de água em sua composição, facilita a entrada do álcool no coronavírus que matará o patógeno. Também é conveniente lavar as mãos antes de depois de jogar. O tempo de lavagem dura em torno de 20 ou 30 segundos.

Uma das correntes aponta que o futebol de mesa foi inventado na Europa, o início do século passado. Segundo a versão da Espanha, que considera o futebol de mesa um patrimônio nacional, o jogo teria sido inventado pelo espanhol Alexandre de Fisterra, ferido em 1936 durante a Guerra Civil Espanhola. No hospital em que ficou internado, em Monserrat, conheceu muitas crianças também feridas e impossibilitadas de jogar futebol. Ele, então, teria se inspirado no tênis de mesa para criar o futebol de mesa.

A partir das instruções de Fisterra, o amigo Francisco Javier Altuna desenvolveu a ideia construindo a mesa e os componentes de madeira e metal que integram o jogo. A invenção foi patenteada em 1937, mas, após escapar do fascismo na França, Finisterre perdeu os papéis da patente. Depois de ter sido exilado para a América do Sul, introduziu algumas alterações, como as barras de aço, e divulgou o jogo pelo continente.

Essa versão da origem do futebol de mesa é contestada pelos alemães. Eles garantem que o jogo foi criado por Broto Wachter, que teria comercializado uma mesa de futebol já em 1930. A diferença é que todos os objetos eram de madeira, incluindo as barras, e os "jogadores" não tinham forma de bonecos, sendo pequenos triângulos.

Dadinho teve rodada no dia 8

Como A VOZ DA SERRA acompanha e noticia, Nova Friburgo conta com equipes que competem em campeonato oficiais, em diversas modalidades, à exemplo do Estadual, promovido pela Federação de Futmesa do Rio de Janeiro. No Dadinho, por exemplo, o Nova Friburgo Futebol Clube representa o município, e após três rodadas, as quartas de final do Carioca já estão definidas. No último dia 8 de março foi realizada a rodada final em diferentes clubes pelo Estado.

A equipe friburguense integrou o grupo A, e neste último compromisso, acabou derrotada por 17 a 12 pelo Botafogo. Na outra partida da chave, o América bateu o Piedade por 20 a 6. No jogo de estreia, o Nova Friburgo recebeu a equipe do América, atual campeão carioca e do Brasileiro, e acabou perdendo por 14 a 12.

As oito equipes que passaram para as quartas de finais do Campeonato Estadual foram: Flamengo, River, America, Vasco da Gama, Piedade, Duque de Caxias, Botafogo e Fluminense. As quatro eliminadas se juntam aos outros quatro da Copinha para a disputa da mesma. Dentre elas está o Nova Friburgo, além de Resende, Niterói e Bonsucesso.

Inscrições suspensas

Por meio de comunicado no site oficial, a Confederação Brasileira de Futebol de Mesa (CBFM) da Modalidade Bola 3 Toques, considerando o agravamento da situação relacionada ao contágio pelo Covid-19, comunicou a suspensão das inscrições para o Campeonato Brasileiro Interclubes 2020 da modalidade. A direção da modalidade afirmou ainda que acompanha o desenrolar dos fatos nos próximos dias, para definir pela realização, ou não, da competição.

AFFM / Friburguense

Depois de um 2019 movimentado e vitorioso, a Associação Friburguense de Futebol de Mesa (AFFM) já participou abertura do Campeonato Estadual Interclubes da categoria principal, onde encarou o América, pela Taça Guanabara, correspondente ao primeiro turno. No duelo, realizado em Nova Friburgo, a AFFM venceu duas das quatro parciais, empatou uma (10 a 1, 7 a 4, 4 a 7 e 6 a 6) e venceu no placar agregado por 27 a 18.

A segunda rodada seria realizada no dia 26 de abril, quando o Frizão enfrentaria o Botafogo. O outro confronto agendado é entre América e Vasco da Gama, enquanto o Flamengo folgará na rodada. A data, entretanto, possivelmente sofrerá alteração.

Além do Campeonato Estadual Individual, com as seis etapas – sendo uma em Nova Friburgo - e por equipes, o Campeonato Brasileiro Individual em São Paulo, a AFFM / Friburguense também planeja participar este ano do Brasileiro por equipes em Caruaru e do Sul-Americano em Val Paraíso, no Chile.

 

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futmesa