Deam-NF prende casal por estupro, abandono e maus-tratos aos próprios filhos

Crianças foram abandonadas na rua enquanto pais bebiam e consumiam drogas
segunda-feira, 24 de janeiro de 2022
por Jornal A Voz da Serra
A Deam de Nova Friburgo (Arquivo AVS)
A Deam de Nova Friburgo (Arquivo AVS)

Policiais da Deam-NF prenderam na sexta-feira, 21, um casal de 44 e 36 anos, acusado de estupro de vulnerável, abandono de incapaz e maus-tratos, todos na forma da Lei Maria da Penha. O  mandado de prisão preventiva foi expedido pelo Juizado de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher de Nova Friburgo.

Os autores são acusados de terem levado os filhos menores, uma menina de 9 anos e um menino de 3, para a boca de fumo do Morro do Dedé, no Alto do Floresta, onde fizeram uso de drogas e, posteriormente, para um bar, onde consumiram bebidas alcoólicas. Durante o tempo em que o casal permaneceu fazendo uso de álcool e drogas, as crianças permaneceram na rua, abandonadas, no período noturno, com frio, fome e medo, presenciando diversas outras pessoas consumirem drogas.

Além disso, ainda segundo o inquérito divulgado pla Deam, as crianças  foram agredidas pelos pais com tapas e empurrões, até que, longo tempo depois, foram deixadas na casa de uma moradora, que acolheu as crianças e acionou o Conselho Tutelar , que compareceu no local e constatou que as crianças estavam maltratadas, com roupas sujas, com fome, cansadas e com lesões aparentes.

O homem  também acusado de por vários dias, no ano de 2017 e 2021, ter abusado sexualmente de sua filha, a menor de 9 anos. A mãe da menina, por sua vez, é acusada de ter ciëncia que os abusos ocorriam e nada fez para evitar, não cumprindo com o seu dever legal de cuidado. Ele possui extensa ficha criminal, inclusive  outros dois registros de estupro.

A mulher, além dos dois filhos, tem mais 12 filhos, dos quais não possui a guarda de nenhum deles, devido ao histórico de negligência e abandono.

As vítimas foram encaminhadas pelo Conselho Tutelar para a Casa de Atendimento Vila Sorriso, onde encontram-se abrigadas. Cumpridas as formalidade legais, os autores serão encaminhados para o sistema prisional.

LEIA MAIS

“Fica quietinha, senão eu te mato!”, disse ele a mulher assediada e jogada no chão

Segundo a 151ª DP, que prendeu acusado em flagrante, seguidores pagavam para ver vítima ser humilhada

Condenado cometeu crime em 2018, após negociar venda de veículo em Riograndina

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: crime