Começa o pagamento do auxílio emergencial para os nascidos em junho

Liberação dos bônus de R$ 600 faz parte do ciclo 2, que vai até 27 de outubro. Saques serão liberados no dia 6
quarta-feira, 16 de setembro de 2020
por Jornal A Voz da Serra
Começa o pagamento do auxílio emergencial para os nascidos em junho

A Caixa Econômica Federal iniciou nesta quarta-feira, 16, o pagamento do auxílio emergencial de R$ 600 para 3,9 milhões de beneficiários nascidos em junho e que tiveram sua renda mensal comprometida ou ficaram impossibilitados de trabalhar devido à pandemia da Covid-19. Esse pagamento faz parte do ciclo 2, que começou pelos beneficiários nascidos em janeiro, no dia 28 de agosto. Essa etapa de pagamentos vai até 27 de outubro.

Neste ciclo, mais três grupos foram incluídos: trabalhadores que fizeram o cadastro nas agências dos Correios entre 2 de junho e 8 de julho; trabalhadores que fizeram a contestação pelo site da Caixa ou aplicativo Caixa Auxílio Emergencial de 3 de julho a 16 de agosto e foram considerados elegíveis; beneficiários que tenham recebido a primeira parcela em meses anteriores, mas que tiveram o benefício reavaliado em agosto. No caso das reavaliações, o benefício foi liberado novamente para 148 mil pessoas.

Os recursos podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível pagar boletos e fazer compras na internet e nas maquininhas de cartão em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais espalhados pelo Brasil. O calendário de pagamentos do auxílio emergencial é organizado em ciclos de crédito em contas poupança social digital e de saque em espécie. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento. Para os beneficiários nascidos em junho, os saques e transferências serão liberados no dia 6 de outubro.

 

LEIA MAIS

Obrigatoriedade de "biombo" de acrílico ou acetato entre músicos e plateia é alvo de críticas

Decreto 714 detalha o regramento para cada setor. Alguns podem funcionar plenamente, uns com restrição e outros continuam proibidos

Houve, no entanto, duas mortes a mais pela doença, incluindo a do médico Ricardo Camargo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: coronavírus