Com nocaute “diferente”, Edson Barboza derrota Burgos no UFC

Numa espécie de efeito retardado, Shane Burgos parece ter sentido, depois de alguns segundos, toda a potência dos inúmeros golpes aplicados por Barboza
terça-feira, 18 de maio de 2021
por Vinicius Gastin
Lutador friburguense acerta o golpe derradeiro no rosto de Burgos
Lutador friburguense acerta o golpe derradeiro no rosto de Burgos

O roteiro foi escrito e executado do jeito que Edson Barboza gosta. E sabe fazer como ninguém. Trocação franca pelo alto, chutes potentes para minar a resistência do adversário, controle absoluto do combate. Desta vez, no entanto, o lutador friburguense conseguiu um nocaute como nunca antes visto no Ultimate.

Numa espécie de efeito retardado, Shane Burgos parece ter sentido, depois de alguns segundos, toda a potência dos inúmeros golpes aplicados por Barboza. Cambaleou e caiu, não mais levantou. O que se ergueu, de fato, foi o braço de Edson. Vitória por nocaute técnico, no terceiro round, presenteando Nova Friburgo nas primeiras horas de mais um aniversário.

Realizado no último sábado, 15, no Texas (EUA), o UFC 262 contou com grandes combates e, ao fim do evento, dois brasileiros foram premiados pela organização – que aumentou os bônus de US$ 50 mil para US$ 75 mil. Dentre eles, Edson Barboza levou o prêmio de “Luta da Noite” ao lado do rival americano, no valor de aproximadamente R$ 390 mil para cada um dos atletas.

Já as bonificações de “Performance da Noite” foram para Christos Giagos, que finalizou Sean Soriano, e o paulista Charles do Bronx, novo campeão peso-leve do Ultimate, que derrotou Michael Chandler por nocaute técnico na luta principal da noite. Eles também ganharam US$ 75 mil, cada.

A luta

Como era de se esperar, Edson Barboza começou a luta buscando a trocação. Também não surpreendeu a persistência nos chutes baixos, minando as pernas do americano, que se desequilibrou em vários momentos. Burgos tentou responder com jabs e diretos, mas o friburguense era eficiente na defesa, inclusive para rechaçar a tentativa do oponente em dominar as costas ao se desviar de um chute rodado.

O americano conseguiu bons golpes, mas Barboza respondeu com um chute alto rodado seguido de cruzados de direita e um chute na perna esquerda. Burgos já caminhava com dificuldade ao final do primeiro round.

Após o intervalo, Edson manteve a estratégia e seguiu castigando as pernas de Burgos, que também apostava a trocação. Os dois lutavam na curta distância e Barboza terminou o round tentando um chute alto rodado. Até mesmo o friburguense sentiu as conseqüências da própria insistência, e as câmeras flagraram um sangramento em sua canela direita.

O terceiro round voltou equilibrado, mantendo o panorama de trocação franca no centro do octógono. Até que, praticamente na metade do último assalto, Barboza conectou um golpe de direita em cheio no rosto de Burgos. O americano demorou alguns segundos para sentir o efeito do golpe, cambaleou e foi caindo para trás até chegar à grade, já inconsciente. Era a cena final de mais um show do lutador de Nova Friburgo.

De contrato renovado com o UFC, Edson Barboza segue a sua escalada no peso-pena (66 quilos). Recuperando a boa forma, já aparecia entre os 15 melhores da nova divisão antes do combate do fim de semana. Após ser derrotado em decisão dividida e polêmica para Dan Ige na estreia, o friburguense havia derrotado o iraquiano naturalizado finlandês Makwan Amirkhani, no dia 10 de outubro de 2020.

Após este último combate, seu vínculo com o UFC se encerrou e ele celebrou um novo contrato recentemente. Adversário de Edson, o norte-americano Shane Burgos ocupava a 12ª posição no ranking do peso pena, e vinha de derrota para Josh Emmett, por decisão unânime, após três vitórias seguidas no UFC.

Edson Barboza está no UFC desde 2010, e o seu novo vínculo com a organização prevê múltiplas lutas. Pelo Ultimate, o atleta disputou 25 combates, venceu 16 vezes e perdeu nove.

Resultados do UFC 262 no último sábado

Card principal

- Charles do Bronx derrotou Michael Chandler por nocaute técnico no 2R

 -Beneil Dariush derrotou Tony Ferguson por decisão unânime dos jurados

- Rogério Bontorin derrotou Matt Schnell por decisão unânime dos jurados

- Katlyn Chookagian derrotou Viviane Araújo por decisão unânime dos jurados

- Edson Barboza derrotou Shane Burgos por nocaute técnico no 3º round

Card preliminar

- André Sergipano finalizou Ronaldo Jacaré com uma chave de braço no 1º round

- Lando Vannata derrotou Mike Grundy por decisão dividida dos jurados

- Jordan Wright derrotou Jamie Pickett por nocaute técnico no 1º round

- Andrea Lee finalizou Antonina Shevchenko com uma chave de braço no 2º round

- Priscila Pedrita derrotou Gina Mazany por nocaute técnico no 2º round

- Tucker Lutz derrotou Kevin Aguilar por decisão unânime dos jurados

- Christos Giagos finalizou Sean Soriano com um triângulo de mão no 2º round

 

  • Após alguns segundos, Burgos cambaleou, caiu e foi finalizado por Barboza

    Após alguns segundos, Burgos cambaleou, caiu e foi finalizado por Barboza

  • Edson conquista mais uma vitória pela nova categoria, com direito a prêmio de Luta da Noite

    Edson conquista mais uma vitória pela nova categoria, com direito a prêmio de Luta da Noite

  • Ao lado de Anderson França e membros da equipe, Barboza celebra mais uma vitória pelo UFC

    Ao lado de Anderson França e membros da equipe, Barboza celebra mais uma vitória pelo UFC

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: