Centro de Convivência da Pessoa Idosa será reaberto nesta sexta

Atividades de lazer para a terceira idade serão realizadas agora no clube Sociedade Esportiva Friburguense
quinta-feira, 30 de junho de 2022
por Thiago Lima (thiago@avozdaserra.com.br)
O Centro de Convivência da Feliz Idade, na SEF (Fotos: Thiago Lima)
O Centro de Convivência da Feliz Idade, na SEF (Fotos: Thiago Lima)

A partir de julho os idosos friburguenses poderão voltar a investir mais na qualidade de vida. Isso porque, nesta sexta-feira, 1º de julho, o Centro de Convivência da Feliz Idade retornará com suas atividades, agora no clube Sociedade Esportiva Friburguense (SEF), na Avenida Galdino do Valle Filho, 35. A ideia é dar mais acolhimento e fortalecer o vínculo entre os idosos. A inauguração será aberta ao público e está prevista para iniciar às 9h, ocasião em que será servido um café da manhã de boas vindas e atividades como dança e alongamento.

Sobre o Centro de Convivência

Referência no município pelo atendimento mensal de mais de mil idosos, o Centro de Convivência da Pessoa Idosa contribui para o convívio comunitário, saúde física e mental dos idosos além de garantir acesso aos serviços públicos necessários através da referência com os centros de referência em assistência social (Cras) e o acesso facilitado a vacinas e campanhas em saúde do idoso. O novo Centro de Convivência, na SEF, vai oferecer uma série de atividades lúdicas, culturais, de lazer e saúde aos idosos friburguenses, como dança, ginástica, artesanato, inclusão digital, palestras educativas, bingos e bailes, além de lanches, entre outras, tudo gratuito.

“Não podemos esquecer de que as atividades oferecidas pelo Centro de Convivência da Pessoa Idosa são essenciais no cuidado com a saúde e qualidade de vida. E, depois de várias reuniões com a prefeitura, conseguimos conquistar o retorno deste espaço, que foi um dos principais e mais importantes objetivos do meu mandato. Qualquer iniciativa nesse sentido, vai contar com a minha total dedicação e esforço”, disse o vereador Professor André (abaixo), bacharel e licenciado em Educação Física, pós-graduado em educação física escolar e treinamento funcional com ênfase para idosos, formado também em nutrição e atualmente cursando gestão pública. 

(Vereador Professor André)

Desativado, em 2020, por causa da pandemia, o Centro de Convivência, que antes funcionava em um salão anexo ao Clube de Xadrez, retorna com atividades e novos projetos com o intuito de trabalhar o envelhecimento saudável através de programas diversos. Outra novidade é a mudança da faixa etária para 45 anos. A meta é preparar o indivíduo para envelhecer de forma saudável e ativa.

“Na primeira semana de atividades no novo endereço será feito o recadastramento dos usuários. Além disso, será feito um planejamento de como irão funcionar as oficinas, horários e dias, tudo de uma maneira bem organizada”, explica o vereador Professor André.

A importância 

Sobre a importância do Centro de Convivência, o vereador relata que é “o acolhimento ao idoso e o fortalecimento desse vínculo. Utilizamos várias atividades, seja o artesanato ou os exercícios físicos como um atrativo para o Centro de Convivência”, relata Professor André, que também trabalha com projetos sociais ligados a crianças e idosos há mais de 24 anos. Ele também foi professor no Centro de Convivência de 2009 a 2012 quando foi promovido a coordenador do Centro até  2016. 

André complementa falando sobre a atividade física, esclarecendo que “com o avanço da idade perde-se gradativamente a funcionalidade do corpo. A importância da atividade física nessa faixa etária é promover a saúde para eles lidarem com o próprio cotidiano, estendendo uma roupa, carregando uma bolsa de compras etc”, observa o vereador.  

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: