Selos comemorativos de Nova Friburgo

Um ano escasso: última grande celebração no Brasil foi o carnaval, no fim de fevereiro
sábado, 01 de agosto de 2020
por Jornal A Voz da Serra
O selo dos 200 anos
O selo dos 200 anos

Neste ano de 2020, a última grande festa popular nacional foi o carnaval, no final de fevereiro. Em Nova Friburgo e em todo o país, o brasileiro se esbaldou, como sempre, sem saber que um novo coronavírus estava à espreita, e que as demais datas comemorativas seriam suspensas. 

Logo depois da festa de Momo, o Brasil e o mundo parou: em 11 de março, a Organização Mundial de Saúde, OMS, decretou pandemia do novo coronavírus e confinou o povo em suas casas. As ruas ficaram desertas, os parques e as praias foram proibidas, lojas e comércio em geral fecharam as portas, e os aviões não decolaram mais.  

200 anos de Nova Friburgo

Esse ano, Nova Friburgo não festejou seu aniversário, em 16 de maio, como sempre. Não teve os tradicionais desfiles militar, cívico e as atrações ao longo de todo o dia. Há dois anos, quando se comemorou os 200 anos de fundação, tivemos o lançamento do selo e do carimbo personalizados em homenagem ao bicentenário, pelos Correios.

O selo e o carimbo exibem as montanhas do município, a marca dos 200 anos, a data de fundação do município e a frase “Cidade de todos os povos”.

200 anos da Imigração Suíça

Ano passado teve o Agosto Suíço, com a comemoração dos 200 anos da chegada dos primeiros suíços a Nova Friburgo. Um dos momentos mais aguardados foi o lançamento oficial do selo do bicentenário da imigração suíça, uma iniciativa da Associação Nova Friburgo-Fribourg, da Casa Suíça e da Colônia Suíça de Nova Friburgo, com apoio da Fundação Dom João VI. 

Teve hasteamento de bandeiras na Praça das Colônias, no Suspiro, e na Casa Suíça, ambas com a presença do cônsul-geral da Suíça no Rio, Rudolf Wyss, além de apresentações de danças e músicas típicas, coral, capoeira e o folclórico Cortejo de Lanternas. 

O selo resume a trajetória dos primeiros colonos suíços até a chegada ao Brasil, retratando as dificuldades do percurso, os Alpes Suíços se fundindo com o Cão Sentado, paisagens características da Suíça e de Nova Friburgo.

75 anos de A VOZ DA SERRA

Em 7 de abril de 2020, o jornal completou 75 anos de fundação, e a data seria comemorada com grande festa, como sempre foram celebradas as datas anteriores e como a ocasião merecia. Adiada devido a pandemia, restou uma bela edição de aniversário e uma logo comemorativa publicada durante todo o mês de abril, na primeira página do jornal.

Mas a empresa queria muito mais. Para tanto, até o final deste ano, dentro das comemorações dos 75 anos, está previsto o lançamento de um selo oficial, produzido pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), com a cerimônia de oblituração - que consiste em chancelar o selo com carimbo personalizado, no nosso caso oficializando a marca dos 75 anos de A VOZ DA SERRA. 

A intenção da direção é registrar para a posteridade a trajetória de um dos jornais mais antigos do Brasil ainda em circulação, um orgulho para Nova Friburgo. E através do selo, propiciar a historiadores, colecionadores, assinantes e afins, o acesso a sua história, de modo que também possam se apropriar e fazer parte dela. 

Reafirmamos a expectativa de que haveremos de comemorar, se não como gostaríamos, com os convidados marcando presença fisicamente, ao menos virtualmente, ainda neste ano de 2020. 

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: