Organização dos Jogos de Tóquio buscam médicos voluntários

Segundo o documento de recrutamento, os médicos atenderão pacientes com insolação e que estiverem machucados, além dos que estão com suspeitas de Covid-19
quarta-feira, 05 de maio de 2021
por Vinicius Gastin
 Seiko Hashimoto, presidente do Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio 2020
Seiko Hashimoto, presidente do Comitê Organizador dos Jogos de Tóquio 2020

O Comitê Organizador das Olimpíadas de Tóquio anunciou a busca por 200 profissionais da medicina do esporte para trabalhar de forma voluntária durante as Olimpíadas de Tóquio, marcadas para o dia 23 de julho. A ideia é que eles trabalhem nos primeiros socorros de ambulâncias que estarão nos estádios e ginásios de competição.

Segundo o documento de recrutamento, os médicos atenderão pacientes com insolação e que estiverem machucados, além dos que estão com suspeitas de Covid-19. O Comitê Organizador está solicitando médicos que estejam disponíveis por pelo menos cinco dias durante as Olimpíadas ou Paralimpíadas e possam trabalhar cerca de nove horas por turno. Os médicos não serão remunerados, ganharão apenas verba para o deslocamento e de alimentação.

Há duas semanas, o Comitê Organizador já tinha solicitado cerca de 500 enfermeiras para trabalharem durante o período das Olimpíadas e Paralimpíadas.

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: