Olaria celebrou o seu dia de forma silenciosa

Diferentemente dos anos anteriores, bairro mais populoso da cidade não fez festa por conta da pandemia
quarta-feira, 22 de abril de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

Na última terça-feira, 21, o bairro Olaria, o mais populoso de Nova Friburgo, comemorou o seu dia. De um jeito tímido, sem festa, sem crianças na rua, sem música ou homenagens, o bairro viveu seu dia especial bem silencioso. O motivo é a recomendação do isolamento social, e os decretos que proíbem eventos com aglomeração de pessoas.

Muito diferente dos anos anteriores em que os mais de 70 mil moradores da região desfrutaram de uma programação animada com barracas de saúde para aferição da pressão arterial, taxa de glicose, apresentações das bandas de música e do Ponto de Cultura de Olaria, missa em ação de graças, sorteios de brindes, brinquedos e muita diversão.

Desde 2009, quando uma lei municipal foi sancionada, o dia 21 de abril, também feriado nacional de Tiradentes, é considerado o Dia de Olaria, sinônimo de orgulho para os moradores. A data é a mesma da fundação do Serrano Futebol Clube, uma referência no bairro. Olaria é um dos principais polos comercial e industrial de Nova Friburgo. É um bairro praticamente autossuficiente, com mercados de grande porte, comércio variado, agências bancárias, postos de combustíveis e condomínios, além de uma grande variedade de lojas de moda íntima e também confecções fabricantes de lingerie. 

“Nem sempre foi assim.” É o que afirmou o aposentado José Fernandes de Assis, conhecido como Seu Niquinho, que desde os 20 anos mora no bairro, quando ainda se chamava Olaria do Cônego. “Cheguei aqui e não tinha nada, não conhecia ninguém. Aqui era tudo estrada de chão e hoje está essa beleza”, disse. O aposentado e sua irmã, Maria Emília Fernandes, são também muito conhecidos no bairro. 

De acordo com dona Maria Emília, a maior dificuldade foi criar seus filhos num local pouco estruturado. “Aqui era muito precário, mas nos esforçamos muito para dar o melhor e colher os frutos depois”, disse ela.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra