Número de homicídios dolosos triplicam em Nova Friburgo

Dados do Instituto de Segurança Pública mostram que a cidade está na contramão do Estado que tem queda nos indicadores de crimes violentos letais intencionais
terça-feira, 25 de maio de 2021
por Christiane Coelho (Especial para A VOZ DA SERRA)
(Foto: Henrique Pinheiro)
(Foto: Henrique Pinheiro)

Nova Friburgo registrou aumento de homicídios dolosos (crimes praticados com a intenção de matar) nos primeiros quatro meses deste ano, em relação ao mesmo período de 2020. De janeiro a abril de 2021 foram registrados seis homicídios dolosos. Nos mesmos meses de 2020, foram dois. Ao analisar os dados somente do mês de abril, a cidade registrou dois homicídios dolosos em 2021 e nenhum em 2020.

O indicador de crimes violentos letais intencionais, que englobam homicídio doloso, latrocínio (roubo seguido de morte) e lesão corporal seguida de morte, teve um aumento de 400% em Nova Friburgo se comparados os quatro primeiros meses de 2021 ao mesmo período de 2020. Ano passado foram dois crimes dessas naturezas entre janeiro e abril. Esse ano foram oito registros desses delitos.  

Já o  número de estupros em Nova Friburgo teve uma queda nos quatro primeiros meses deste ano, com 13 ocorrências, em relação ao mesmo período de 2020, que teve 19 registros. Já o número de roubos ficou o mesmo, 30 ocorrências nos quatro primeiros meses de 2020 e também em 2021.

Estado teve queda de homicídios dolosos

Enquanto em Nova Friburgo houve aumento, os homicídios dolosos, no Estado do Rio de Janeiro caíram 11% no primeiro quadrimestre deste ano na comparação com o mesmo período de 2020. No total, 1.221 registros foram feitos nas delegacias legais fluminenses, chegando ao menor valor para os meses desde 1991, quando se iniciou a série histórica do Instituto de Segurança Pública (ISP). O indicador também teve redução de 4% em abril de 2021 contra abril do ano passado. Este também foi o menor valor para o mês desde 1991. 

O indicador crimes violentos letais intencionais, que agrega homicídios dolosos, lesão corporal seguida de morte e latrocínio, teve queda de 10% nos  quatro meses e de 3% em abril deste ano na comparação com 2020. Os dados são os mais baixos para o indicador desde 1999 tanto para o acumulado quanto para abril.

Em abril, 564 armas foram apreendidas em todo o estado, sendo 24 fuzis. Nos quatro primeiros meses do ano, 2.474 armas foram confiscadas em operações policiais, 160 delas, fuzis. Isso significa que, em média, um fuzil foi apreendido por dia em 2021 no estado.

Crimes contra o patrimônio

Os roubos de veículos apresentaram retração de 14% no primeiro quadrimestre de 2021 contra o mesmo período de 2020. Já o roubo de carga (1.507 casos) caiu 11% nos quatro primeiros meses deste ano na comparação com 2020.

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 76 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: