Novo decreto reduz público em eventos de 50% para 30% em Friburgo

Atividades em espaços fechados passam a ter capacidade de ocupação limitada a 300 pessoas; ao ar livre, a 500
sexta-feira, 14 de janeiro de 2022
por Jornal A Voz da Serra
Aferição de temperatura em entrada de shopping em Nova Friburgo (Foto: Henrique Pinheiro)
Aferição de temperatura em entrada de shopping em Nova Friburgo (Foto: Henrique Pinheiro)

A Prefeitura de Nova Friburgo publicou nesta quinta-feira, 13, um novo decreto municipal, o de número 1.281, atualizando e consolidando as regras para funcionamento de atividades econômicas na cidade. 

As principais mudanças se referem à realização de eventos em atividades comerciais, casas de festas, salões sociais, quadras e ginásios de esportes, teatros, casamentos, formaturas, conferências, congressos, palestra, torneios esportivos e afins. Tais atividades em espaços fechados passam a ter sua capacidade de ocupação reduzida de 50% para 30% e limitada ao máximo de 300 pessoas. Eventos realizados ao ar livre poderão até 500 pessoas. 

As informações completas referentes ao novo Decreto Municipal podem ser obtidas no Diário Oficial Eletrônico do Município, que pode ser acessado através do site oficial da Prefeitura de Nova Friburgo (www.novafriburgo.rj.gov.br).

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 77 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: