Nevando isopor no desfile natalino

Material, que é despejado na Avenida Alberto Braune em formato de neve, durante os desfiles de Natal, é prejudicial ao meio ambiente
sexta-feira, 01 de dezembro de 2023
por Jornal A Voz da Serra
(Fotos: Secom/NF)
(Fotos: Secom/NF)

Leitores entraram em contato com a redação de A VOZ DA SERRA denunciando um fato que, muitas vezes, passa despercebido pela maioria da população. Nos desfiles natalinos promovidos pela Prefeitura de Nova Friburgo é utilizado bastante isopor em flocos, para simular a neve e encantar friburguenses e turistas. Muito além de encantar, é importante ressaltar que o isopor é extremamente prejudicial para o meio ambiente.

“Levei meus filhos para assistir o desfile natalino e durante a apresentação me bateu uma curiosidade e angústia, simultaneamente. Qual é o destino de todo isopor utilizado como neve? Devido ao seu tamanho, ele facilmente cai nos bueiros e vai para os rios da cidade. Que tristeza”, relatou uma leitora. 

O isopor, também conhecido como poliestireno expandido (EPS), é um material amplamente utilizado na fabricação de embalagens e produtos descartáveis. Apesar de sua popularidade devido à sua leveza e capacidade de isolamento térmico, o isopor é um protagonista discreto, mas significativo, no cenário do impacto ambiental.

O isopor é composto principalmente por poliestireno, um polímero derivado do petróleo. Sua estrutura celular, cheia de pequenas bolsas de ar, é responsável por sua leveza e eficiência no isolamento térmico. No entanto, é essa mesma característica que torna o isopor problemático quando se trata de decomposição.

O tempo de decomposição do isopor é notavelmente longo, levando cerca de 400 anos para se desintegrar completamente, segundo informações da Fiocruz. Durante esse período, o isopor fragmenta-se em microplásticos, contribuindo para a poluição em ambientes terrestres e aquáticos.

A reciclagem do isopor é um desafio devido à sua estrutura e à falta de infraestrutura adequada. Muitas instalações de reciclagem não possuem os meios para lidar eficientemente com o poliestireno expandido. Além disso, a sujeira e a presença de resíduos alimentares tornam o processo de reciclagem ainda mais complexo e custoso.

O que diz a prefeitura 

A VOZ DA SERRA entrou em contato com a prefeitura que em nota, respondeu que “todos os eventos realizados pela municipalidade contam com protocolo de limpeza de manutenção e posterior a ação, o serviço é realizado com apoio da Secretaria Municipal de Serviços Públicos. Podemos citar como exemplo o período de Carnaval, onde confete, serpentina, lixo proveniente do consumo do público, são todos recolhidos com excelência e rapidez também pela equipe da Secretaria de Serviços Públicos.”

Foto da galeria
Publicidade
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Publicidade
Publicidade
Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 78 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: